Trajetória Teórico-Metodológica Da Geografia Agrária Brasileira: A Produção Em Periódicos Científicos De 1939 – 2009 – Flamarion Dutra Alves

Trajetória Teórico-Metodológica Da Geografia Agrária Brasileira: A Produção Em Periódicos Científicos De 1939 – 2009 – Flamarion Dutra Alves
Acessar

Resumo:

Este estudo analisou as bases teórico-metodológicas da geografia agrária brasileira partindo do ano de 1939 até 2009, com base em dez periódicos científicos selecionados em geografia. Evidenciou-se o pluralismo de concepções metodológicas e temáticas a partir da década de 1990. Assim, a pesquisa mostrou uma determinada coerência metodológica entre os períodos de 1939 a 1965, com base no método indutivo-descritivo-empírico alicerçado na geografia regional francesa. Após este momento, a geografia agrária passou a adotar uma linguagem matemática-estatística para a explicação dos fenômenos espaciais, com base no positivismo lógico, durante este paradigma vigente entre 1965 a 1980. A renovação crítica inseriu nos estudos agrários a preocupação com o dado social e as análises da contradição do capitalismo, abordagens políticas e econômicas, o auge dessa geografia agrária crítica foi nas décadas de 1980 a 2000. A partir desse momento, há uma diversidade de abordagens metodológicas não permitindo dizer que exista uma principal tendência paradigmática na geografia agrária brasileira neste início de século XXI. Destaca-se neste tese a importância do resgate de teorias e conceitos já utilizados na geografia agrária eu explicam os fenômenos atuais, além de salientar as principais tendências teórico-metodológicas no início do século XXI.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNESP/RC/GEOGRAFIA
  • Área de Conhecimento: GEOGRAFIA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 5.14 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: