Traduzindo O Brazil: O País Mestiço De Jorge Amado – Marly D´Amaro Blasques Tooge

Traduzindo O Brazil: O País Mestiço De Jorge Amado – Marly D´Amaro Blasques Tooge
Acessar

Resumo:

O primeiro livro de Jorge Amado traduzido para o idioma inglês foi publicado nos Estados Unidos em 1945; pela Alfred A. Knopf Publishers; por meio de patrocínio do Departamento de Estado americano; que mantinha um programa de intercâmbio cultural como parte da “Política de Boa Vizinhança” do presidente Roosevelt. A literatura traduzida era; então; vista como um caminho para compreender o “outro”. Criou-se; a partir daí; um padrão de comportamento que perdurou por décadas. Érico Veríssimo; Gilberto Freyre; Alfred e Blanche Knopf; Samuel Putnam e Harriet de Onís foram atores importantes nesse cenário. Apesar de seu contínuo posicionamento de esquerda; após desligar-se do Partido Comunista no final da década de 1950; Jorge Amado tornou-se um bestseller norteamericano; como resultado dessa vertente “diplomática” e do renovado projeto de tradução (e de amizade) de Alfred A. Knopf. Entretanto; outras redes de influência também atuavam sobre a recepção da obra do escritor; fazendo com que ela fosse assimilada de forma própria; metonímica; diferente da que ocorreu em países do leste europeu; por exemplo. Esta pesquisa investigou a relação entre os atores mencionados; tais redes de influência e a representação cultural do Brasil na literatura traduzida de Jorge Amado nos Estados Unidos.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: USP/ESTUDOS LINGUÍSTICOS E LITERÁRIOS EM INGLÊS
  • Área de Conhecimento: LETRAS
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 2.02 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: