Trabalho, Gênero E Lingerie: Tradição E Transformação Nas Trajetórias Das Costureiras De Roupas Íntimas De Nova Friburgo – Rj. – Wecisley Ribeiro Do Espírito Santo

Trabalho, Gênero E Lingerie: Tradição E Transformação Nas Trajetórias Das Costureiras De Roupas Íntimas De Nova Friburgo – Rj. – Wecisley Ribeiro Do Espírito Santo
Acessar

Resumo:

Esta dissertação é o resultado de uma investigação etnográfica sobre a vida das operárias da indústria de roupas íntimas de Nova Friburgo; na região Serrana do Estado do Rio de Janeiro. O relato está largamente concentrado sobre certos processos de mudança e continuidade nas relações de produção que parecem simultaneamente incidir sobre a vida e as práticas de sociabilidade das costureiras de lingerie também fora da esfera profissional; bem como sobre os significados que elas atribuem ao seu trabalho. Trata-se de um conjunto de alterações na organização do trabalho – que incluem terceirização; demissão em massa e reestruturação produtiva sob uma perspectiva que se poderia classificar como “pós-fordista” (Budgen; 2000); cujo caso mais paradigmático é a implementação do sistema de produção em “célula” – da maior empresa de lingerie da região – a Triumph International. Por sua hegemonia relativa sobre as demais fábricas do setor; estas transformações da Triumph impõem constrangimentos não apenas sobre o trabalho de suas operárias como também sobre todas as demais costureiras da cidade. No capítulo 1 eu tento relatar; em linhas gerais; estas transformações do processo produtivo e algumas de suas repercussões sobre a vida das operárias do setor. A perspectiva comparada; entre o cotidiano tradicional de uma sala de costura e a nova configuração decorrente das alterações produtivas – que datam de meados dos anos 1990 – constitui aqui o mote para a abordagem das práticas de sociabilidade operária tanto dentro quanto fora da fábrica. O segundo capítulo é uma tentativa de conferir inteligibilidade às diferentes reações; de grupos distintos de trabalhadoras; às transformações ocorridas na indústria de roupas íntimas locais. O recurso a duas histórias de vida; como casos privilegiados; que ilustrem as formas mais típicas pelas quais as costureiras reagiram a estas mudanças constitui aqui a estratégia narrativa fundamental. Um relato sobre as transformações produtivas observadas na indústria de lingerie friburguense não estará; entretanto; completo sem a consideração das repercussões deste processo sobre a “esfera doméstica” (Brenner; 1998) das famílias das operárias. Este é o propósito do capítulo 3. Aqui certos aspectos fundamentais que perpassaram tacitamente todo o relato são atacados de um modo mais incisivo – a saber; as questões ligadas ao gênero; xi ao corpo; às relações conjugais e familiares que contingenciam também o modo de vida destas mulheres operárias. Um ponto nodal do relato sobre a esfera doméstica é certamente a questão do trabalho na “facção” e suas ambigüidades. Na conclusão pretende-se sublinhar o caráter de conjunto dos fenômenos relatados; amalgamados sob a perspectiva empresarial da “organização em rede” cuja dinâmica – a apropriação ideológica do discurso científico pelo capital – foi denunciada por Boltanski e Chiapello (2002).

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFRJ/ANTROPOLOGIA SOCIAL
  • Área de Conhecimento: ANTROPOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 57.23 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: