Trabalho E Saúde Da Família: Análise Dejouriana Da Saúde Do Trabalhador No Interior Do Estado Do Amazonas – Marilise Katsurayama

Trabalho E Saúde Da Família: Análise Dejouriana Da Saúde Do Trabalhador No Interior Do Estado Do Amazonas – Marilise Katsurayama
Acessar

Resumo:

O trabalho constitui-se como um elemento da existência que possibilita ao homem revelar características especificamente humanas, abrindo espaço para a capacidade de criação e produção, bem como a inserção do sujeito em um contexto social, em função da atividade a ser executada, o que justifica seu papel nos processos psíquicos. Portanto, é revelado ora como um fator que contribui para o bem-estar ora como um fator que facilita a manifestação de sintomas que afetam a saúde de modo negativo. Diversas são as dificuldades que impedem os profissionais de realizarem o trabalho na Estratégia Saúde da Família (ESF) conforme preconizado nos documentos oficiais. Uma dessas dificuldades é a falta de investimentos nas condições estruturais e materiais de trabalho, o que implica em incoerência entre a prática e o discurso oficial sobre o funcionamento do SUS. A realidade atual é representada por abandono e sucateamento dos serviços públicos de saúde. Diante disso, o profissional pertencente à equipe saúde da família se torna vulnerável a psicopatologia do trabalho, sendo de suma importância tal análise destes trabalhadores. O presente trabalho objetivou avaliar a saúde dos trabalhadores da ESF no interior do Estado do Amazonas, mais especificamente, nos municípios de Coari, Manacapuru, Parintins e São Gabriel da Cachoeira, realizando uma análise com base na teoria dejouriana. O percurso metodológico se pautou em Triangulação de dados, através da utilização de técnicas qualitativas (Grupo Focal, Entrevistas Individuais e Observação Participante) e técnicas quantitativas (inquérito com o uso de Job Stress Scale), cujos sujeitos são os trabalhadores das Equipes de Saúde da Família no interior do Estado do Amazonas, de forma a estabelecer características, desafios e limites. Através dos resultados obtidos nessa pesquisa foram produzidos 4 (quatro) artigos: 1) um ensaio teórico que propõe uma análise do constructo “sofrimento psíquico” do trabalhador na ESF a partir de alguns dos conceitos de Christophe Dejours, visando uma articulação entre a teoria e os aspectos da práxis do modelo de reorientação da atenção primária no Brasil; 2) um artigo que propõe a construção de um modelo teórico destinado às pesquisas avaliativas da saúde do trabalhador na ESF, suportado pela teoria de Christophe Dejours, que aborda a dinâmica dos processos psíquicos envolvidos na confrontação do sujeito com sua realidade de trabalho; 3) um artigo empírico qualitativo que explora a subjetividade e o trabalho na ESF diante dos dados coletados com base na teoria de Christophe Dejours; e 4) um artigo empírico que faz uso da triangulação de dados para a análise da relação homem-trabalho na ESF, embasado pela teoria de Christophe Dejours.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFAM/SAÚDE, SOCIEDADE E ENDEMIAS NA AMAZÔNIA
  • Área de Conhecimento: SAÚDE COLETIVA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 2.19 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: