The Favourable Characteristics Of A Balanced Scorecard For Smes Within An Internal Banking Rating: A Case Study Of A German Sme Sme – Christian Silberbauer

The Favourable Characteristics Of A Balanced Scorecard For Smes Within An Internal Banking Rating: A Case Study Of A German Sme Sme – Christian Silberbauer
Acessar

Resumo:

Desde a implantação do modelo institucional Basel II, no começo de 2007, os bancos têm sido levados a, individualmente, avaliar o risco embutido nas concessões de crédito (empréstimos), de modo a preencherem os requisitos do novo padrão e se tornarem mais competitivos. O risco de concessão de credito é avaliado levando-se em conta parâmetros classificatórios que utilizam tanto aspectos quantitativos como qualitativos na análise. Comparação internacional mostra que as empresas alemãs de pequeno e médio porte apresentam altos índices de inadimplência, evidenciando a necessidade dos bancos em manusear e ter acesso a informações relevantes que assegurem empréstimos eficientes, pois caso contrário, a concessão de empréstimos poderei ser negativamente afetada. Métodos como “planos estratégicos de prevenção”, “controle” e “sistemas gerenciais” podem ajudar as empresas na provisão de informações relevantes, necessárias dentro do processo classificatório de análise de risco pelos bancos. O Balanced Scorecard (BSC) contempla uma visão holística do sistema gerencial de uma empresa,integrando fatores qualitativos e quantitativos ligados ao desempenho futuro e sucesso da empresa. Nesse contexto, seria importante investigar se o BSC poderia ser considerado um instrumento valioso e eficiente para empresas de pequeno e médio porte da Alemanha, no que se refere ao procedimento classificatório de análise de avaliação de risco de credito concedido por bancos alemães. Se afirmativo, como então esse instrumento poderia ser usado e por que seria ele de vital importância para empresas e bancos envolvidos nas transações de concessão de crédito? Assim, o objetivo da pesquisa é analisar o efeito do BSC sobre os critérios de classificação de risco de crédito nos procedimentos internos dos bancos e como as empresas que se utilizam desse instrumento poderiam ser beneficiadas na relação tomada/concessão de empréstimos. A pesquisa tem como base conceitual a teoria dos stakeholders, cuja análise requer que a empresa tenha um único objetivo: a maximização de valor. A dissertação é composta por uma seção exploratória e outra de análise de teoria, além de uma seção que contempla a descrição dos procedimentos metodológicos usados. Os dados qualitativos foram coletados por meio de entrevistas com especialistas do setor de bancos da Alemanha durante a etapa exploratória e na fase de desenvolvimento do estudo de caso amparado pelo arcabouço teórico usado. Utilizando a teoria dos stakeholders em combinação com a evidência empírica de outras pesquisas sobre BSC, a proposição de que esse instrumento cria valor para a empresa é validada. A teoria dos custos de transações, envolvendo informação assimétrica, explica as ações realizadas pelos bancos e desenvolve uma explicação teórica para a adequação de designs cooperativos entre empresas alemãs de pequeno e médio porte, classificando-as como devedoras com custo eficiente de transação. Essa investigação foi conduzida através de estudo de caso, considerando também o cruzamento de casos como procedimento metodológico a ser aplicado na análise dos dados de empresas alemãs de pequeno e médio porte em relação à escassa literatura sobre BSC enquanto instrumento usado por tais tipos de empresas. Os resultados mostraram que BSC é realmente um instrumento eficiente e valoroso para empresas alemãs de pequeno e médio porte no processo de classificação do risco de crédito pelos bancos. Isso é evidenciado principalmente quando as informações são disseminadas em outras funções gerenciais dos bancos e quando as empresas tomadoras de crédito utilizam modelos de negócios.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNIFOR/ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
  • Área de Conhecimento: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 4.49 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: