Territorialidades Ambivalentes: A Luta Dos Tupinikim E Dos Guarani Frente À Monocultura De Eucalipto No Es – Adilson Pereira De Oliveira Junior

Territorialidades Ambivalentes: A Luta Dos Tupinikim E Dos Guarani Frente À Monocultura De Eucalipto No Es – Adilson Pereira De Oliveira Junior
Acessar

Resumo:

Até a primeira metade do século XX; os Tupinikim resistiam vivendo dispersos em um vasto território com cerca de quarenta mil hectares no norte Espírito Santo; reproduzindo seu modo de vida baseado na pesca; na caça; nas coletas na mata e no mangue; na agricultura e na confecção e venda de artefatos; mas eram nesse momento invisibilizados pela política indigenista do Estado. No final da década de 1960; dois novos sujeitos; a partir de demandas específicas; se instalam na região e trazem experiências opostas ao povo Tupinikim. De um lado uma mega-empresa de celulose; buscando expandir suas atividades para regiões de clima tropical e encontrando condições ideais para isso no Espírito Santo. Com a conivência dos governos federal (ditatorial); estadual e municipal e suas oligarquias; a empresa em alguns anos tomou quase todo o território Tupinikim; utilizando vários métodos para isso. Por outro lado; os Guarani-Mbyá; seguindo a orientação xamânica de uma de suas principais lideranças religiosas; buscavam a Terra sem Males revelada em sonhos. Traziam uma cultura mais resguardada das imposições ocidentais e a força necessária para ajudar os Tupinikim a iniciar a luta pela retomada de seu território. Utilizando como principal material de pesquisa; um trabalho de campo de dois meses em cinco das sete aldeias em conflito; a dissertação busca identificar as transformações nas práticas territoriais e investigar como essas transformações servem de referência para a luta. Finalmente; a partir das representações que se formaram nesse processo e das estratégias que as partes em conflito têm utilizado; é possível identificar; após a retomada do território; quais as perspectivas que se apresentam aos indígenas enquanto possibilidade de reocupação do território.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFF/GEOGRAFIA
  • Área de Conhecimento: GEOGRAFIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 5.83 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: