Sorção De Lantanídeos Em Meio Aquoso Visando Ao Estudo De Rejeitos Nucleares. – Jean De Brito Belline

Sorção De Lantanídeos Em Meio Aquoso Visando Ao Estudo De Rejeitos Nucleares. – Jean De Brito Belline
Acessar

Resumo:

O problema de rejeitos radioativos é uma preocupação de âmbito mundial; uma vez que não há; ainda; um local definido para a construção de um repositório para rejeitos radioativos de alto nível. Uma das etapas preliminares para a escolha do local mais apropriado é o estudo geológico associado a estudos experimentais de adsorção das espécies químicas envolvidas nos processo. Neste trabalho foi utilizado uma amostra de rocha basáltica; da região sul da Formação Serra Geral; coletada em Frederico Westphalen (RS); que servirá como candidata à rocha hospedeira para locação de rejeitos radioativos. Foram realizados dois experimentos; a saber: “Batch Test” e percolação; ambos sob pressão atmosférica; à temperatura ambiente de 25°C; com a finalidade de estudar a capacidade de sorção dos elementos terras raras – ETR. Os ETR são utilizados neste trabalho em função de sua analogia com os actinídeos; visando a investigar o comportamento geoquímico e a especiações dos mesmos em águas naturais; buscando a possibilidade de armazenamento geológico de rejeitos radioativos; uma vez que a adsorção dos ETR depende de variáveis do ambiente como pH; força iônica; temperatura e presença de ligantes; como carbonatos e constituintes de superfícies dos minerais. Foi realizado experimento de percolação dos ETR; a 100ppb; no basalto (com granulometria 80 mesh) em soluções com força iônica I= 0;025 M e I=0;5 M de NaCl. O pH foi controlado em uma faixa de 5;6 a 7;6 com adição de HNO3. As concentrações foram analisadas por ICP-MS. O “Batch Test” é uma eficiente forma de se obter isotermas de sorção/dessorção; além de valores da razão entre as distribuições sólido/solução e estimar a solubilidade. O experimento de percolação; foi realizado sob pH controlado em torno de 6; e permitiu verificar a “preferência” dos ETR pesados em relação aos ETR leves.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFRGS/GEOCIÊNCIAS
  • Área de Conhecimento: GEOCIÊNCIAS
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 1.38 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: