Sobre Anjos E Suas Asas Na Arte – Fernanda Maria Trentini Carneiro

Sobre Anjos E Suas Asas Na Arte – Fernanda Maria Trentini Carneiro
Acessar

Resumo:

Este trabalho propõe investigar questões sobre as potencialidades reveladas pela figura alada, em especial, na afinidade do anjo com temas como alegoria, modernidade e contemporaneidade. Analisar suas “significações infinitas” ressurgentes e como a imagem do anjo sobrevive e vive com o tempo até a contemporaneidade, na arte contemporânea. O primeiro capítulo, intitulado constância e variação, apresenta as constantes figuras aladas na história, na história da arte até a utilização desta imagem como iconografia cristã, quando o estudo da alegoria por meio do decoro fez com que a construção decorativa se desse de forma persuasiva, atingindo a arte colonial luso-brasileira, através do Padroado. A construção religiosa, ligada aos fatores econômicos, acompanhada pelo decoro, insurge repetição e diferença singular no aparecimento do anjo. No segundo capítulo, chamado presença e ausência, pontuamos a presença do anjo na relação com o espectador e o mundo final do século XIX e início do século XX, da passagem do divino ao humano. Assinalamos a imagem do anjo como alegoria da modernidade, figura adotada e estudada por Walter Benjamin, como característica decorrida das transições na época. O anjo, esquecido pela desilusão humana, aparece como reflexo desse sintoma da modernidade, da efemeridade e do sentimento de melancolia. Da perda da condição divina, a queda do anjo, do ser dotado de humanidade. O terceiro capítulo, como persistência e reelaboração, aborda a aparição do anjo na arte contemporânea como campo de possibilidades e probabilidades. Frente às tensões do mundo aparente, o anjo na arte surge como espelho da humanidade na contemporaneidade. Desta forma, sobrevive pelo lado oposto, como ser disforme e por avarias. Consiste na reelaboração da imagem como sobrevivência da forma e passa a existir como peso de sua própria condição, insustentável e insuportável leveza. Assim, este estudo foi concretizado por meio da pesquisa bibliográfica, sob viés teórico e histórico da arte, de valor mais filosófico e especulativo relacionado com as imagens, sendo uma operação por colagens e conexões, com possibilidade de novas interrogações e interlocuções.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UDESC/ARTES VISUAIS
  • Área de Conhecimento: ARTES
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 5.79 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: