O Cuidado Em Família Sob O Olhar Do Idoso – Márcia Maria Porto Rossetto Mazza

Acessar

Resumo:

Esta tese é uma continuação da investigação iniciada em meu trabalho de mestrado desenvolvido em 2002; cujo foco dirigiu-se ao cuidador familiar; figura central de atenção ao idoso no domicílio. Este estudo se propôs a estudar como se estabeleceram as relações de cuidado entre o cuidador familiar e o idoso; desviando o olhar deste cuidador e focalizando o olhar no idoso; podendo; com isto; estabelecer a contrapartida para o entendimento desta dinâmica. O objetivo foi identificar o significado; para a pessoa idosa; portadora de alguma incapacidade funcional; que caracterize alguma forma de dependência; sobre o cuidado que a ela é prestado pelo seu cuidador familiar; e identificar a representação social desta pessoa idosa; com referência ao seu cuidador familiar. Foram entrevistados 31 idosos na faixa etária de 65 a 95 anos; matriculados no Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza; da Faculdade de Saúde Pública – USP; pertencentes à região de Pinheiros; cidade de São Paulo. A metodologia utilizada foi a qualitativa; usando a teoria da representação social; e a estratégia metodológica para a análise das entrevistas foi o discurso do sujeito coletivo-DSC. Diferentes representações sociais foram extraídas dos depoimentos. Quanto ao significado do cuidado foram referidos: o afeto que recebiam do seu cuidador; a vocação do cuidador para executar o cuidado; a solidão que sentiam; a obrigação/retribuição; o desgaste/tensão; e a troca de papéis. As representações quanto ao julgamento do cuidador e do cuidado foram tanto atributos exclusivos do cuidador quando se referiram à sua competência e eficiência; como atributos dos próprios idosos quando justificaram ser independentes e fáceis de cuidar. Em contraposição; ao reconhecimento de sua dependência do cuidador ao enumerar suas fragilidades; à importância deste cuidador quando asseguraram não terem mais ninguém; só ele; e outras alternativas de cuidado como: contar com a família como provedora de auxílio; procurar outro cuidador; ir para instituição de longa permanência; como asilo/casa de repouso; contar com a ajuda de Deus; importância do empregado doméstico na ajuda do cuidado; morar sozinho; apesar das fragilidades; contar com o amparo dos amigos e do serviço de saúde. Para tais idosos a família é a instituição mais valorizada para executar o cuidado; na hipótese de não haver mais o cuidador principal. Reconhecem a dificuldade da prestação do cuidado para a vida de seu familiar e a dificuldade de encontrar outro cuidador para se responsabilizar por eles. A preservação da sua autonomia e independência são buscas contínuas no cotidiano de suas vidas. Através dos discursos dos idosos foi possível compreender suas necessidades; anseios; desejos; possibilitando uma reflexão sobre o envelhecimento e suas implicações.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: USP/SAÚDE PÚBLICA
  • Área de Conhecimento: SAÚDE PÚBLICA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 1.45 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF:

Recomendamos para você

Abaixo você vai encontrar uma lista de livros que na nossa opinião podem ser interessantes para você.

São itens relacionados a esta oferta que você provavelmente vai gostar. Dá uma olhada! 👌

Termos relacionados

  • livro O Cuidado Em Família Sob O pdf
  • livro O Cuidado Em Família Sob O baixar
  • livro O Cuidado Em Família Sob O epub
  • livro O Cuidado Em Família Sob O comprar
  • livro O Cuidado Em Família Sob O online
  • livro O Cuidado Em Família Sob O mobi
  • livro O Cuidado Em Família Sob O download