O Conceito De Homem No Jovem Marx: Uma Exposição Crítico-Emancipatória – Renato Almeida De Oliveira

O Conceito De Homem No Jovem Marx: Uma Exposição Crítico-Emancipatória – Renato Almeida De Oliveira
Acessar

Resumo:

A presente dissertação tem por objetivo fundamental rastrear, sistematizar e explicitar as categorias fundamentais do conceito de homem no pensamento do jovem Marx, especificamente nos ensaios e obras escritos entre os anos de 1843 a 1846, quais sejam, Crítica da Filosofia do Direito de Hegel, os ensaios dos Anais Franco-Alemães, A Questão Judaica e Crítica da Filosofia do Direito de Hegel – Introdução, as obras Manuscritos Econômico-Filosóficos, A Sagrada Família, A Ideologia Alemã e, por fim, As Teses sobre Feuerbach. A escolha de tais obras decorre da minha convicção de que, no pensamento do jovem Marx, o ser humano tem uma centralidade fundamental, enquanto ser essencialmente livre, ativo e que traz em si a força para a construção de uma nova ordem histórico-social. Marx almeja atingir uma sociabilidade na qual o homem tenha as condições concretas para efetivar-se enquanto ser livre e criativo e, nesse sentido, a pesquisa pretende contribuir para a construção dessa nova sociabilidade por meio de uma reflexão crítico-emancipatória dos fundamentos filosófico-antropológicos do pensamento marxiano, tendo em vista ser uma problemática pouco trabalhada entre os filósofos marxistas. Com o intuito de alcançar uma compreensão abrangente e crítica do objeto de estudo, privilegia-se primordialmente a pesquisa bibliográfica, eminentemente teórica, que possa oferecer os referenciais básicos ao bom desempenho do trabalho. Como Marx não pretendeu ser um filósofo sistemático, muitos dos problemas filosóficos que ele abordou em suas obras, como, por exemplo, a questão do homem, precisam ser melhor analisados, interpretados e explicitados. Para isso, faço uma análise imanente aos textos, no sentido de determinar a lógica e a articulação das obras no que tange às principais categorias marxianas sobre a antropologia. Nesse sentido, parte-se de uma retomada crítica do pensamento do jovem Marx, mostrando-se como as suas categorias antropológicas da Objetividade e Genericidade se articulam por meio das considerações acerca do Trabalho (capítulo 1) e da Política (capítulo 2). Por fim, é apresentado o debate de Marx com os jovens hegelianos acerca do conceito de homem (capítulo 3), com o intuito de explicitar a terceira determinação antropológica vislumbrada na filosofia do jovem filósofo, a saber, a Historicidade humana.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFC/FILOSOFIA
  • Área de Conhecimento: FILOSOFIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 824.27 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF:

Recomendamos para você

Abaixo você vai encontrar uma lista de livros que na nossa opinião podem ser interessantes para você.

São itens relacionados a esta oferta que você provavelmente vai gostar. Dá uma olhada! 👌

Termos relacionados

  • livro O Conceito De Homem No Jovem pdf
  • livro O Conceito De Homem No Jovem baixar
  • livro O Conceito De Homem No Jovem epub
  • livro O Conceito De Homem No Jovem comprar
  • livro O Conceito De Homem No Jovem online
  • livro O Conceito De Homem No Jovem mobi
  • livro O Conceito De Homem No Jovem download