Investigação Dos Mecanismos De Toxicidade Dos Compostos Acumulados Na Deficiência Da Desidrogenase De Acilas De Cadeia Média (Mcad) Em Cérebro, Fígado E Músculo De Ratos Durante O Seu […] – Giselli Scaini

Teses e dissertações PDF
Acessar

Resumo:

A deficiência da desidrogenase de acil-CoA de cadeia média (MCADD) é o mais frequente defeito da oxidação de ácidos graxos, caracterizado bioquimicamente pelo acúmulo tecidual predominante dos ácidos graxos de cadeia média, ácido octanóico (AO) e ácido decanóico (AD). Os pacientes afetados apresentam hipoglicemia hipoacetótica, rabdomiólise, hepatomegalia, hiperamonemia, letargia e convulsões, podendo rapidamente evoluir para o coma e morte. Atualmente, os mecanismos fisiopatológicos dos danos teciduais apresentados pelos pacientes afetados por esse distúrbio ainda não estão esclarecidos. Assim, no presente trabalho, investigamos o efeito in vitro dos ácidos octanóico (AO) e decanóico (AD) na ausência ou presença de acetato de amônia (AA) sobre parâmetros do metabolismo energético e de estresse oxidativo em córtex cerebral, fígado e músculo esquelético de ratos jovens. Verificamos que o AO e AD diminuiu a atividade do complexo I-III, II, III e IV no fígado, e também inibiu a atividade do complexo IV no músculo esquelético. Além disso, o AD causou uma diminuição da atividade do complexo II-III no músculo esquelético. Verificamos também que o AO e AD aumentaram os níveis de TBA-RS e o conteúdo de carbonilas em ambos os tecidos. Finalmente, AD, mas não AO, diminuiu significativamente os níveis de GSH no músculo esquelético de ratos. Além disso, observamos que o AA inibiu a atividade do complexos II-III no fígado, e a atividade do complexo IV no músculo esquelético, cérebro e fígado. Por outro lado, houve um aumento na atividade do complexo II no fígado. Quanto à associação entre AA e os ácidos graxos, observamos uma inibição do complexo I-III e II no cérebro, e do complexo II no músculo esquelético quando o AD e o AA estiveram presentes simultaneamente no meio de incubação, sugerindo uma ação sinérgica entre AA e AD. Além disso, as evidências de efeitos aditivos entre AA e os ácidos graxos foram observadas, uma vez que o AA potencializou os efeitos inibitórios do AO e AD sobre a atividade do complexo IV em diferentes estruturas. Observou-se também que o AO, AD e AA, sozinhos ou associados, inibiram a atividade da citrato sintase no cérebro, mas somente a combinação do AD com AA inibiu a atividade da citrato sintase no fígado. Já a atividade da succinato desidrogenase no córtex cerebral foi reduzida pelo AD isolado ou associado com AA. O presente estudo fornece evidências de que os AO e AD, os principais metabólitos acumulados na MCADD, alteram a bioenergética mitocondrial e causam estresse oxidativo em tecidos periféricos de ratos jovens. Esse estudo também demonstrou um efeito sinérgico/aditivo entre o AO, DA e a amônia, prejudicando a bioenergética mitocondrial no cérebro, fígado e músculo esquelético de ratos.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNESC/CIÊNCIAS DA SAÚDE
  • Área de Conhecimento: MEDICINA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 422.95 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF:

Recomendamos para você

Abaixo você vai encontrar uma lista de livros que na nossa opinião podem ser interessantes para você.

São itens relacionados a esta oferta que você provavelmente vai gostar. Dá uma olhada! 👌

Termos relacionados

  • livro Investigação Dos Mecanismos De Toxicidade Dos pdf
  • livro Investigação Dos Mecanismos De Toxicidade Dos baixar
  • livro Investigação Dos Mecanismos De Toxicidade Dos epub
  • livro Investigação Dos Mecanismos De Toxicidade Dos comprar
  • livro Investigação Dos Mecanismos De Toxicidade Dos online
  • livro Investigação Dos Mecanismos De Toxicidade Dos mobi
  • livro Investigação Dos Mecanismos De Toxicidade Dos download