Avaliação Do Programa De Prevenção Do Câncer Do Colo Uterino Através Dos Indicadores Preconizados Pelo Instituto Nacional Do Câncer – Ana Paula Wancura Valduga

Avaliação Do Programa De Prevenção Do Câncer Do Colo Uterino Através Dos Indicadores Preconizados Pelo Instituto Nacional Do Câncer – Ana Paula Wancura Valduga
Acessar

Resumo:

Esta pesquisa avalia as ações do Programa de Prevenção do Câncer do Colo do Útero no município de Itajaí, Santa Catarina, num período de cinco anos, de 2001 a 2005, utilizando dados estatísticos do SISCOLO, SIA/SUS, seguindo o referencial teórico de Avedis Donabedian. Foram avaliados os componentes dos serviços de saúde que realizam atividades preventivas ao câncer do colo de útero quanto à estrutura, aos processos e aos resultados do trabalho, conforme preconiza o INCA. Observamos que os recursos físicos, relacionados aos indicadores de estrutura, provêem as necessidades locais, uma vez que a unidade descentralizada do CEPON supre a demanda e o Laboratório Municipal e as unidades sanitárias comportam o volume de pacientes que buscam estes serviços no município. Os indicadores de processo apresentam divergências. Somente cerca de vinte e sete por cento da população alvo é coberta por ações de prevenção, existe quase trinta e cinco por cento de lâminas lidas que não constam como coletadas e os serviços locais realizam mais registro para recebimento dos débitos do que para construir uma base de dados epidemiológicos. As rotinas impostas em cada unidade ainda não consideram as questões populacionais e não se mostram voltadas à universalização e aos procedimentos preventivos, influenciando, desta forma, os indicadores de resultado, visto que não podemos afirmar a real dimensão de mulheres com câncer de colo uterino no município. A educação para a importância da prevenção do câncer ainda é precária e provavelmente permeia a quase totalidade do sistema de saúde que depende do gerenciamento e da organização dos serviços locais de saúde, da quantidade e da qualidade da assistência oferecida, da adesão da população feminina e de uma melhoria nos sistemas de informação para encaminhar, desta forma, às transformações e mudanças necessárias para o êxito do programa preventivo.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNIVALI/SAÚDE
  • Área de Conhecimento: INTERDISCIPLINAR
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2007
  • Tamanho: 5.31 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: