Fábula 'O Trompetista Feito Prisioneiro'

O Trompetista Feito Prisioneiro

O TROMPETISTA FEITO PRISIONEIRO

Esopo

Um trompetista marchou para a batalha próximo do exército e criou coragem em seus camaradas com suas músicas bélicas. Sendo capturado pelo inimigo, ele implorou por sua vida, dizendo:

– “Não me matem, eu não matei ninguém, na verdade, não tenho armas, trago apenas a minha trombeta.”

Mas seus captores responderam:

– “Essa é uma razão pela qual devemos tirar sua vida, pois embora você não lute, você agita os outros para fazê-lo.”

Moral da história: As palavras influenciam ações.

 

Fonte: Fábulas de Esopo