Fábula 'O Leão E O Rato'

O Leão E O Rato

O LEÃO E O RATO

Esopo

Um leão adormecido no seu covil foi acordado por um rato que andou por cima da cara dele. O Leão não gostou disso e o agarrou com a pata, quando estava prestes matá-lo, o rato implorou:

– “Por favor, deixa-me ir! Se me libertar, prometo que vou retribuir-te pela tua bondade.”

O leão achou essa ideia muito engraçada e começou a dar risada, porque nunca imaginou como uma criatura tão insignificante seria capaz de fazer algo por ele, mas o leão o deixou ir.

Um dia, o leão caiu em uma armadilha e ficou preso na rede que os caçadores haviam colocado, o rato ouviu os rugidos do leão e o reconheceu, foi correndo até o local e começou a roer as cordas da rede, em pouco tempo, o rato conseguiu libertar o leão e disse:

– “Você se lembra daquela risada quando prometi que te retribuiria o favor? Mas como pode ver, até mesmo um pequeno rato pode ajudar um leão.”

Moral da história: Nenhum ato de gentileza é coisa vã. Não podemos julgar a importância de um favor, pela aparência do benfeitor.

 

Fonte: Fábulas de Esopo