Utilização De Escamas E Eichhornia Crassipes No Tratamento De Efluente De Curtume De Peles De Tilápias – Milena Penteado Chaguri

Utilização De Escamas E Eichhornia Crassipes No Tratamento De Efluente De Curtume De Peles De Tilápias – Milena Penteado Chaguri
Acessar

Resumo:

Os curtumes utilizam grande quantidade de água e alta carga de produtos tóxicos, estes em sua maioria não fazem o tratamento adequado do efluente, lançando-os indiscriminadamente podendo causar a morte da fauna e flora local. O uso de materiais adsorventes pode ser uma técnica a ser adotada no tratamento de efluentes de curtume, no entanto deve-se escolher um material abundante, de baixo custo e que apresente boa eficiência. A escama apresenta propriedades adsortivas, podendo ser uma alternativa para o tratamento de efluentes de curtume. A macrófita aquática, Eichhornia crassipes, também apresenta eficiência na remoção de matéria orgânica e outros componentes, além de apresentar rápido desenvolvimento. O objetivo deste trabalho foi caracterizar o efluente de curtume de peles de peixe e estudar um sistema piloto de baixo custo para o tratamento deste. Foram realizados dois experimentos, onde o primeiro utilizou-se um biofiltro de escamas no tratamento de efluente de curtume em todas as etapas do processamento, apresentando alta eficiência de remoção de sólidos suspensos totais e sólidos suspensos voláteis na etapa de caleiro, o pH obteve uma tendência a neutralidade no efluente de todas as etapas, porém nas etapas onde o pH era ácido obteve-se melhores resultados. Ocorreu redução de nitrogênio amoniacal nas etapas de desengraxe e purga. Isto demonstra que a utilização do biofiltro de escamas é uma alternativa eficiente no tratamento de efluentes de curtume de peles de tilápia. O segundo experimento utilizou dois sistemas de tratamento do efluente de curtume de peles de tilápia. O primeiro sistema utilizou escama e E. crassipes e o segundo apenas E. crassipes, com três temos de retenção hidráulica de 4, 6, e 8 dias. Os dois tratamentos não diferiram entre si, porém ambos foram eficientes na remoção de fósforo, nitrogênio total, nitrogênio amoniacal e redução da demanda química de oxigênio. Os tempos de retenção hidráulica de quatro e seis dias foram mais eficientes na remoção de nitrogênio total. Os dois sistemas foram eficientes no tratamento de efluentes de curtume, principalmente para os de pequeno porte.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNESP/AQÜICULTURA
  • Área de Conhecimento: RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 1.28 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: