Transformações Tecnológicas No Ambiente De Trabalho: Os Projetistas Da Indústria Mecânica De Base – Victor Werner Degenhardt

Transformações Tecnológicas No Ambiente De Trabalho: Os Projetistas Da Indústria Mecânica De Base – Victor Werner Degenhardt
Acessar

Resumo:

O estudo da introdução de novas tecnologias sobre o mundo do trabalho e sobre as condições de vida é um tema relevante para a Sociologia do Trabalho, estando inserido em um contexto maior societário. A transformação da sociedade industrial para uma pós-industrial, em que surge a “tecnologia intelectual”, alicerçada na informática, teve impacto marcante nas pessoas que vivenciaram a modificação no seu instrumental de trabalho. Para uma análise desse impacto entrevistou-se um grupo de nove projetistas de equipamentos da indústria de base brasileira. Esse grupo realizava suas atividades de forma praticamente artesanal, trabalhando em pranchetas localizadas em amplos salões que facilitavam a sociabilidade. Eram profissionais possuidores da politecnia, ou seja, a habilidade de “saber fazer” e “saber por quê” estavam fazendo de uma dada maneira. A partir da década de 1990 são introduzidas as estações de trabalho computadorizadas, e com elas, os softwares de auxílio no desenho (CAD). O novo instrumental trouxe uma série de vantagens, tais como redução do tempo de execução do trabalho e padronização, mas também ocasionou dificuldades na sociabilidade e certa alienação pela introdução de um agente mediador na relação homem-desenho, que não era percebido quando os desenhos eram compartilhados com os colegas e feitos a lápis ou a caneta. A informática permitiu, também, a mudança do modelo de profissão para o modelo de assalariado-empresário, em que o assalariado é tratado como um pseudo-empresário, que tem que constantemente mostrar sua utilidade e que compete diariamente com os demais no sistema de livre concorrência de mercado. Esses fatos explicam, parcialmente, a dificuldade na passagem daquele conhecimento que permite “o duplo processo de interiorização da exterioridade e de exteriorização da interioridade”. Assim, embora a qualificação social, conseguida de maneira uniformizada em escolas superiores de ensino, tenha aumentado, possibilitando uma visão ampliada e estratégica do negócio, a qualificação tecnológica pode ser discutida

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: PUC/SP/CIÊNCIAS SOCIAIS
  • Área de Conhecimento: SOCIOLOGIA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 2.46 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: