Transformação Genética De Cana-De-Açúcar Com Genes Da Aquaporina Ssptip1;1 E Ssppip1;4 – Frederico Almeida De Jesus

Transformação Genética De Cana-De-Açúcar Com Genes Da Aquaporina Ssptip1;1 E Ssppip1;4 – Frederico Almeida De Jesus
Acessar

Resumo:

A cana-de-açúcar vem assumindo um papel de destaque na atual conjuntura nacional, impulsionada principalmente pela produção de etanol, que vai de encontro com a crescente preocupação mundial na busca por fontes de energias renováveis e menos impactantes ao ambiente. Por essa razão, é preciso assegurar o contínuo desenvolvimento técnico-científico do setor sucroalcooleiro nacional, mantendo o Brasil na posição de vanguarda na produção de biocombustíveis. Ante a disponibilidade de inúmeras ferramentas biotecnológicas, tornou-se possível avançar com maior celeridade na compreensão dos campos da genética e fisiologia da cana-de-açúcar. Neste trabalho é demonstrado a transformação genética via biobalística da cultivar RB835486. No processo foram usadas duas construções para silenciamento gênico via RNA de interferência (RNAi), com genes quiméricos do tipo shRNA (short harpin RNA) para silenciamento dos genes SspTIP1,1 e SspPIP1,4, em co-tranformação com o gene marcador npt- II. Os dois genes alvo selecionados codificam aquaporinas, proteínas transmembrana responsáveis pelo transporte de água na planta. Estes genes foram identificados anteriormente por seu possível envolvimento no processo de acúmulo de sacarose. A co-integração dos cassetes de silenciamento gênico e do gene marcador ocorreu em 13 plantas, sendo obtidas três linhagens para o gene SspTIP1,1 e 10 linhagens para o gene SspPIP1,4. Dentre elas, duas linhagens SspTIP1,1 e cinco linhagens SspPIP1,4 foram analisadas via RT-PCR, quanto a possíveis modificações nos níveis de expressão dos genes alvos. Nas duas linhagens transgênicas avaliadas para silenciamento do SspTIP1,1, não houve redução em sua expressão em relação ao controle não transformado, possivelmente devido a efeitos de posição. Nas outras cinco linhagens transgênicas avaliadas para silenciamento do SspPIP1,4, houve redução significativa em seus níveis de expressão em três linhagens em relação ao controle não transformado. Nestas plantas serão realizadas as análises fisiológicas a fim de validá-las funcionalmente quanto ao transporte de água e acúmulo de sacarose.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: USP/ESALQ/FISIOLOGIA BIOQUÍMICA DE PLANTAS
  • Área de Conhecimento: FISIOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 1,013.01 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: