Transferência De Tecnologia Segundo A Perspectiva Da “Tecnologias-Na-Prática”: Um Estudo De Caso – Samir Adamoglu De Oliveira

Transferência De Tecnologia Segundo A Perspectiva Da “Tecnologias-Na-Prática”: Um Estudo De Caso – Samir Adamoglu De Oliveira
Acessar

Resumo:

O estudo parte da premissa de que o processo de transferência de tecnologia se caracteriza por ser um fenômeno de natureza tanto técnica quanto social; o qual contempla dimensões cognitivas e institucionais da conduta dos indivíduos que dele participam; manifestando-se nas práticas sociais de uso e interação com a tecnologia transferida; sustentadas pelos seus participantes. Sob esse quadro de referência; argumenta-se que o uso de uma tecnologia por parte dos usuários e indivíduos que com ela interagem constitui práticas sociais que organizam a realidade na qual a tecnologia se faz presente; e estas práticas são; primordialmente; condutores de conhecimento; recorrentemente representadas nas atividades cotidianas dos indivíduos. Em face dessas assertivas; procurou-se no presente estudo investigar como ocorre o processo de transferência tecnológica ao seu receptor; sob uma lógica de práticas sociais recorrentes e de natureza recursiva para a estruturação do processo em análise. Adotou-se como quadro teórico para a análise do processo a teoria institucional com lógica estruturacionista; representada pela perspectiva da “Tecnologias-na-Prática”; de Wanda J. Orlikowski. O delineamento do estudo foi descritivo-explicativo de abordagem qualitativa; com amplitude de análise transversal com uma aproximação longitudinal de 3 anos; realizando-se um estudo de caso único de cooperação tecnológica entre um instituto de pesquisa e uma empresa; visando ao desenvolvimento de um produto com características específicas. Para tanto; utilizou-se como método de pesquisa a análise de conteúdo temática das entrevistas realizadas por meio de roteiros semiestruturados junto a participantes do processo nos níveis operacional e gerencial das organizações; juntamente com análise de documentos. Os resultados apontaram que o processo de transferência de uma específica tecnologia ocorre por intermédio de diversas práticas organizacionais e extraorganizacionais e que a partir do acesso a estas práticas e suas representações ocorre a incidência (no uso praxiológico) de distintos conhecimentos (tecnológicos e não tecnológicos) por parte dos envolvidos no processo em si; incorrendo em diálogos; interpolações e influências que conduzem a uma lógica recursiva. Os resultados mostraram ainda que; dada a natureza diferenciada do caso abordado; o arranjo interinstitucional cooperativo também foi influenciado pelas práticas subjacentes ao processo; pois foi necessário o estabelecimento de uma dinâmica de cooperação mais interativa que propiciasse a criação; utilização e institucionalização dos conhecimentos concernentes ao desenvolvimento e uso do produto pretendido. Diante desses resultados; concluiu-se que; ao transferir uma tecnologia de uma realidade organizacional para outra; transferem-se; concomitantemente; conhecimentos tecnológicos e não tecnológicos; relevantes tanto para a realização desse processo interinstitucional; quanto para o uso da tecnologia em si; e que é na ação situada na prática que um conhecimento toma vida e ganha sentido e coerência de aplicabilidade e utilização. Além disso; a perspectiva da “Tecnologias-na-Prática”; permitiu entender e fez emergir diversas dimensões – técnicas; funcionais; institucionais – que caminham paralelamente ao processo de transferência e uso de uma tecnologia; contribuindo para a compreensão do fenômeno em questão à luz do modelo teórico elaborado; que se diferencia da literatura tradicional sobre o tema.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFPR/ADMINISTRAÇÃO
  • Área de Conhecimento: ADMINISTRAÇÃO
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 1.33 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: