Tramas Comunicacionais E Procedimentos De Criação: Por Uma Gramática Do Livro De Artista. – Galciani Neves

Tramas Comunicacionais E Procedimentos De Criação: Por Uma Gramática Do Livro De Artista. – Galciani Neves
Acessar

Resumo:

A presente Dissertação de Mestrado aborda os aspectos comunicacionais; plásticos e simbólicos dos processos de construção do livro de artista; considerado como uma manifestação artística híbrida e com dificuldades de conceituação; tendo como relevância buscar atenuar a grave lacuna que existe sobre os estudos a respeito desse objeto e a sua ausência no debate contemporâneo. A Crítica de Processo proposta por Cecilia Salles; com base na Semiótica de Charles Sanders Peirce; serviu como estratégia teórica para orientar a organização de possíveis referências artísticas do objeto de estudo; envolvendo obras e artistas que utilizaram o ambiente do livro códex e um levantamento bibliográfico; para elaborar um breve panorama da produção de livro de artista; no Brasil; para conduzir as “entrevistas-conversas” com os artistas pesquisados e a reativação de suas redes de criação; e para elaborar onze campos de procedimentos de criação do livro de artista. O objeto de estudo foi discutido como um processo sígnico (semiose); ou seja; como um movimento contínuo; falível; inacabado; não-linear; inferencial; com tendência; que admite o acaso e a introdução de novas idéias a serem testadas e transformadas (ou não) em possibilidades de obras e que é fortemente marcado em toda a sua trajetória por questões comunicativas. A metodologia consistiu de pesquisa bibliográfica e entrevistas com os artistas sobre as tramas de criação das obras; que serviram como uma das principais fontes de informação para o entendimento mais profundo sobre os procedimentos de criação do livro de artista. Foram discutidos os contextos de construção das obras; envolvendo as inter-relações com as demais obras do artista; com os suportes utilizados; as referências; as transformações da matéria-prima; as tendências criativas; as percepções do artista sobre espaço; tempo e memória; as formas de apropriação e o uso de linguagens. Com isso; a pesquisa tentou estabelecer possibilidades para reposicionar as rígidas propostas de conceituação do livro de artista e abrir caminhos para entender sua complexa rede de criação; na qual fluem e interagem múltiplas linguagens e que sustenta a personalidade do livro de artista.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: PUC/SP/COMUNICAÇÃO E SEMIÓTICA
  • Área de Conhecimento: COMUNICAÇÃO
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 36.92 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: