Trajetórias De Professores Na Carreira E Percursos Na Cidade: Estudo Sobre A Socialização De Professores Na Carreira Do Magistério – Viviane Canecchio Ferreirinho

Trajetórias De Professores Na Carreira E Percursos Na Cidade: Estudo Sobre A Socialização De Professores Na Carreira Do Magistério – Viviane Canecchio Ferreirinho
Acessar

Resumo:

Este trabalho investiga a socialização de professores na carreira do magistério das séries iniciais do ensino fundamental da cidade de São Paulo. Insere-se no espaço destinado a pesquisas sobre socialização de professores numa perspectiva crítica e na abordagem relacional; que considera a relação escola e sociedade; percebendo o professor como produto e produtor de cultura e a escola inserida na sociedade; ou seja; um não pode ser compreendido sem o outro. Partindo da observação inicial de que os professores mudam muitas vezes de escola durante sua trajetória na carreira; a pesquisa foi dividida em duas etapas. Na primeira; no ano de 2007; foram recolhidos dados quantitativos; por meio da aplicação de um questionário a 156 professores; de 17 escolas do ensino fundamental I; focalizando o deslocamento dos professores na cidade; a posição das escolas preferidas por eles; os motivos dessa preferência; além de características gerais pessoais como: idade; filhos; acúmulo de cargos; fatores que interferem na escolha das escolas. Na segunda etapa; em 2008; foram selecionadas sete professoras; dentre aquelas que participaram da primeira fase; para a realização de entrevistas semi-estruradas; com auxílio de roteiro específico; visando aprofundar aspectos que compõem as trajetórias dos professores na carreira do magistério. Com o apoio do conceito de habitus de Pierre Bourdieu – instrumento que permite a percepção de esquemas; práticas; desejos; comuns a sujeitos ou grupos que compartilham uma mesma trajetória social – foi possível identificar disposições comuns apresentadas pelas professoras em seus depoimentos. As mudanças constantes descritas pelas professoras revelam aspectos da cultura escolar que são apresentados e incorporados durante a trajetória entre as diversas escolas e que conferem à função docente características da burocracia. Revelam também relações de dominação dentro das escolas e evidenciam a estrutura do poder no espaço territorial da cidade. Para construção do processo de socialização dessas professoras foram observados aspectos relacionados às disposições de origem familiar; disposições de socialização na carreira – entrada na profissão; regras da carreira; diferenças entre as escolas; relação com colegas e equipe técnica; conciliação de escolas; redes de ensino; horários; diferenças/semelhanças entre segmentos; redes e políticas educacionais – além de disposições de gênero e disposições da cidade; que incluem a comunidade da escola e os deslocamentos

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: PUC/SP/EDUCAÇÃO: HISTÓRIA, POLÍTICA, SOCIEDADE
  • Área de Conhecimento: EDUCAÇÃO
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 1.81 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: