Trajetórias Da Narrativa Ítalo-Brasileira – Dove È La Cuccagna? – Ildo Carbonera

Trajetórias Da Narrativa Ítalo-Brasileira – Dove È La Cuccagna? – Ildo Carbonera
Acessar

Resumo:

Marcado por fortes tendências para o gênero ensaístico, num intercâmbio constante e instável entre Ficção, História e Experiência Pessoal, o presente estudo tem por base os romances Os Malavoglia (Giovanni Verga), Pai patrão (Gavino Ledda), Vita e Stóriade Nanetto Pipetta (Aquiles Bernardi), O quatrilho, A cocanha e A babilônia (JoséClemente Pozenato), Juliano Pavolini e A suavidade do vento (Cristovão Tezza), Mamma, son tanto felice, O mundo inimigo e Vista parcial da noite (Luiz Ruffato). O corte epistemológico pode ser representado por duas trajetórias: a) da Itália para a América Brasil, b) das pequenas comunidades do interior para a cidade grande. No mundo de descendência italiana imigrante, as simulações e as ilusões elaboradas pela Ficção estão mais próximas da Realidade que aquelas proporcionadas por institutos e associações, em seus argumentos e artimanhas para resgatar as raízes e cultivar as tradições, representadas por eventos como noites italianas, jantares típicos, encontros de famílias e programas radiofônicos. Nos romances, a ausência desses eventos é absoluta, não há brindes, nem missas de encomendação e sepultamento. Ao fim e ao cabo, o homem do campo, pós-moderno, descendente dos antigos imigrantes italianos,tornou-se um ser globalizado sem sair de casa.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFRGS/LETRAS
  • Área de Conhecimento: LETRAS
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 1.19 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: