Trajetória Político-Ideológica Da Esquerda Uruguaia: 1964-2004 – José Pedro Cabrera Cabral

Trajetória Político-Ideológica Da Esquerda Uruguaia: 1964-2004 – José Pedro Cabrera Cabral
Acessar

Resumo:

O presente estudo tem por objetivo geral a análise da trajetória político-ideológica da esquerda uruguaia no período de 1964 a 2004. Com o mesmo; pretende-se interpretar o desenvolvimento das organizações políticas que compõem a esquerda no país; desde a perspectiva de suas concepções ideológicas e de suas estruturas programáticas; vista a atual e complexa evolução destas que; a partir de uma série de processos nos últimos quarenta anos; levou a esquerda uruguaia ao Governo nacional; em 2005. A partir do objetivo; surgiram algumas perguntas essenciais: por um lado; como se efetivou o processo de transição de uma esquerda tradicional para a esquerda progressista? Por outro lado; quais foram as mudanças e suas significações no campo político-ideológico dentro das organizações da esquerda uruguaia? Conjuntamente com estas duas perguntas; abriu-se uma ampla gama de temáticas delas desdobradas e que perfazem a essência do estudo. Como a esquerda tradicional; que essencialmente caracterizou-se por uma crítica radical e por um significativo desprezo às instituições democrático-liberais; chegou a se constituir na primeira força política eleitoral uruguaia e conquistar o Governo; em 2004? Por outro lado; como se posicionou a esquerda em relação aos novos paradigmas apresentados pelo neoliberalismo e pela globalização? Para a realização do estudo; optou-se por selecionar as fontes documentais inerentes às organizações políticas que compõem a esquerda uruguaia. Desta forma; priorizou-se as declarações programáticas e estatutárias; as resoluções de congressos e as manifestações oficiais das organizações. Também foram analisadas as manifestações dos diversos dirigentes; na imprensa especializada; tomando; assim; declarações; artigos e entrevistas realizados em semanários que veicularam as propostas e discussões em questão. Tomamos como base de análise as perspectivas da história política e da história das idéias latino-americanas. Esta corrente historiográfica influenciou inúmeros intelectuais no Rio de la Plata; com a proposta de trabalhar a história das idéias como uma necessidade efetiva para a construção da identidade latino-americana. Os resultados obtidos evidenciaram uma série de processos político-ideológicos na esquerda uruguaia que a levaram; gradativamente; à incorporação dos paradigmas globalizantes; como também a um abandono das concepções e bandeiras da esquerda tradicional. Desta forma; as críticas à democracia liberal transformaram-se em valor substancial para poder chegar ao Governo nacional; em 2005

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNISINOS/HISTÓRIA
  • Área de Conhecimento: HISTÓRIA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2006
  • Tamanho: 2.72 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: