Traduzindo A Arte: A Obra De Gil Vicente Na Poesia De Beatriz Viégas-Faria – Rosiene Almeida Souza

Traduzindo A Arte: A Obra De Gil Vicente Na Poesia De Beatriz Viégas-Faria – Rosiene Almeida Souza
Acessar

Resumo:

O presente trabalho propõe-se a identificar e analisar as relações intertextuais e interartísticas; através das presenças confessas e inconfessas; nos poemas da obra Pampa pernambucano: poesia; imagens; e-mails; de Beatriz Viégas-Faria; em confluência com a obra pictórica do artista plástico pernambucano Gil Vicente; a fim de desvelar o processo criativo da autora. Este trabalho tem como aporte pressupostos relativos à Literatura Comparada; quais sejam os estudos de tradução; a interdisciplinaridade e a intertextualidade;sendo este último considerado um conceito-chave para a análise dos poemas; assim como apóia-se em textos de filósofos; críticos literários e artistas para entender a criação na obra em análise. Pampa pernambucano tem um caráter singular por vários motivos; dentre eles poderíamos destacar sua essência indubitavelmente comparatista e o declarado encantamento pela obra pictórica de Gil Vicente; a qual constitui-se como principal elemento de confluência. A análise dos poemas pressupõe que as relações confessas e inconfessas difratam; ampliam os significados para o leitor tanto dos textos poéticos como da obra pictórica de Gil Vicente. Além disso; revela que a estratégia da forma de Beatriz Viégas-Faria resulta em um texto poético que consiste em uma metáfora do ofício de escrever valendo-se de relações intertextuais e interdisciplinares.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFRGS/LETRAS
  • Área de Conhecimento: LETRAS
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 1.72 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: