Tradições Discursivas: Permanências E Mudanças Do Gênero Inventário (1872 A 1999) – Emannuelle Carneiro Da Silva

Tradições Discursivas: Permanências E Mudanças Do Gênero Inventário (1872 A 1999) – Emannuelle Carneiro Da Silva
Acessar

Resumo:

O presente trabalho trata da análise do gênero inventário; a partir da perspectiva das Tradições Discursivas.Para isso selecionou-se um corpus formado por cinco documentos produzidos na Paraíba entre 1872 e 1999; os mesmos foram fotografados e transcritos; e visto à luz das tradições discursivas ou Filologia Pragmática Alemã. Busca-se observar as permanências e mudanças ocorridas na estrutura formal e lingüística do texto. Para isso; fundamenta-se nas idéias de Coseriu (1979); Oesterreicher (2002); Bronckart (1999) e Kabatek (2006 ). O estudo destas Tradições Discursivas surgiu da necessidade de investigar um gênero jurídico; e o contexto social e histórico dos documentos para observar até que ponto a sociedade interferiu nas mudanças e nas permanências ocorridas no gênero.Como resultados; ficou observado que os documentos mudaram lingüística e estruturalmente em alguns aspectos e apresentaram algumas permanências lingüísticas e estruturais em outros aspectos; a exemplo da estrutura formal dos inventários .

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFPB/J.P./LINGÜÍSTICA
  • Área de Conhecimento: LINGÜÍSTICA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 3.39 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: