Trabalho, Família E Escravidão: Pequenos Produtores De São José Do Rio Das Mortes C.1790-C.1830” – Carlos De Oliveira Malaquias

Trabalho, Família E Escravidão: Pequenos Produtores De São José Do Rio Das Mortes C.1790-C.1830” – Carlos De Oliveira Malaquias
Acessar

Resumo:

Este texto discute a organização do trabalho nas pequenas unidades de produção familiar a partir da caracterização da força de trabalho presente nessas unidades e da estrutura ocupacional na qual ela era empregada. Toma-se como palco a paróquia de São José do Rio das Mortes durante as transformações ocorridas na passagem do século XVIII para o XIX no Brasil e em Minas. Percebemos que estratégias familiares de administração do domicílio e a diversificação produtiva eram as alternativas mais usuais de gestão da propriedade, reforçando as identidades entre unidade familiar e unidade produtiva nas sociedades précapitalistas. Nesse sentido, a composição da mão-de-obra escrava das pequenas unidades no início do século XIX parece ajustada a uma lógica produtiva que aponta para a complementação do trabalho familiar, mas ao mesmo tempo demonstra que existiram dificuldades de acesso a escravos para os pequenos produtores no XIX.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFMG/HISTÓRIA
  • Área de Conhecimento: HISTÓRIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 1.21 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: