Toxoplasma Gondii: Diagnóstico Da Infecção Experimental E Natural Em Pombos (Columba Livia) Por Técnicas Sorológicas, Biológicas E Moleculares – Fernanda Sartori Lima De Godoi

Toxoplasma Gondii: Diagnóstico Da Infecção Experimental E Natural Em Pombos (Columba Livia) Por Técnicas Sorológicas, Biológicas E Moleculares – Fernanda Sartori Lima De Godoi
Acessar

Resumo:

A toxoplasmose é uma zoonose de ocorrência mundial acometendo praticamente todas as espécies homeotérmicas. No ambiente urbano os pequenos roedores e as aves portadoras da infecção crônica seriam as possíveis fontes de cistos de Toxoplasma gondii para os gatos, que são os hospedeiros definitivos. O presente estudo teve por objetivo diagnosticar a infecção experimental e natural pelo T. gondii em pombos (Columba livia) por técnicas sorológicas, biológicas e moleculares. Doze pombos, livres de infecção pelo parasito, foram inoculados com 50 oocistos esporulados de T. gondii (amostra VEG) e aos 15, 30, 45 e 60 dias pós infecção (dpi) quatro aves foram sacrificadas e com seus tecidos realizou-se bioensaio em camundongos e nested-PCR. Sangue, para a pesquisa de anticorpos anti-T.gondii, foi obtido semanalmente e a presença de anticorpos foi determinada pela reação de imunofluorescência indireta (RIFI) e técnica de aglutinação modificada (MAT). Dos 12 pombos inoculados sete (58,33%) foram positivos pelas técnicas sorológicas apresentando títulos que variaram de 40 a 5.120 no MAT e de 512 a 4.096 na RIFI. Houve concordância total entre os resultados obtidos pelas técnicas sorológicas e pela nested-PCR. No bioensaio em camundongos, dos 12 pombos inoculados, cinco (41,7%) foram positivos ao T. gondii. Apenas um pombo veio a óbito, 20 dpi, devido à toxoplasmose. Os pombos de vida livre foram capturados nos municípios de São Paulo, Ibiúna e Sorocaba, estado de São Paulo. Todos os 126 pombos de vida livre foram negativos à pesquisa de anticorpos anti-T. gondii, testados pelo MAT. Foram realizados bioensaio em camundongos com tecidos de todas as aves capturadas e também, por esta técnica, os pombos mostraram-se negativos, não sendo obtido nenhum isolado de T. gondii.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: USP/CIÊNCIAS (BIOLOGIA DA RELAÇÃO PATÓGENO-HOSPEDEIRO)
  • Área de Conhecimento: PARASITOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 2.25 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: