Toxicidade Do Sulfato De Cobre Para A Tilápia, Oreochromis Niloticus E Teste Ecotoxicológico Com Ceriodaphnia Dubia E Pseudokirchneriella Subcapitata – Solange De Carvalho

Toxicidade Do Sulfato De Cobre Para A Tilápia, Oreochromis Niloticus E Teste Ecotoxicológico Com Ceriodaphnia Dubia E Pseudokirchneriella Subcapitata – Solange De Carvalho
Acessar

Resumo:

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito sub(letal do sulfato de cobre para a tilápia; na concentração de 0;5 e 2;0 mg.L(1 durante exposição e recuperação e determinar a toxicidade aguda para Ceriodaphnia dubia e para a alga Pseudokirchneriella subcapitata. Foram realizados dois ensaios (ensaios I e II) utilizando jovens de tilápia com peso médio de 38;29 g. Determinou(se neste estudo as concentrações de cobre nas brânquias; fígado e músculo dos animais; foram feitas também análises hematológicas; imunológicas; bioquímicas e histopatológicas durante exposição ao sulfato de cobre e posterior recuperação. Para o teste de toxicidade com C. dubia e P. subcapitata foram utilizadas as mesmas concentrações de sulfato de cobre do ensaio com peixes. Os cladóceros e as algas foram expostos a diluições dessas concentrações durante sete e três dias; respectivamente. Para a C. dubia observou(se a mortalidade e o efeito sobre a reprodução dos mesmos. Já para as algas foi observado o efeito inibitório sobre a taxa de crescimento. A exposição ao cobre no ensaio I e II resultou em acúmulo significativo de cobre nos tecidos analisados; com exceção do músculo. E no período de recuperação os valores de cobre permaneceram altos. O sulfato de cobre não provocou alterações hematológicas. Por outro lado; causou diminuição da capacidade fagocítica dos macrófagos de peixes expostos à concentração de 2;0mg.L(1 de CuSO4 no ensaio I. O cobre também causou diminuição da concentração de GSH. Com relação às análises histopatológicas houve alteração nas brânquias e hepatopâncreas em ambos os ensaios. Os resultados do teste ecotoxicológico com C. dubia P. subcapitata mostrou que o sulfato de cobre causou toxicidade aguda para estes organismos. O uso desse produto na aqüicultura pode comprometer o cultivo; uma vez que ocorreram danos a saúde dos peixes. Além disso a liberação de efluentes contendo resíduos desse composto pode causar danos ao ecossistema em que é lançado.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNESP/JAB/AQÜICULTURA
  • Área de Conhecimento: RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 1.28 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: