Toxicidade De Inseticidas Neonicotinóides Sobre O Psilídeo Diaphorina Citri Kuwayama (Hemiptera: Psyllidae) E O Parasitóide Tamarixia Radiata (Waterson) (Hymenoptera: Eulophidae) – Stella Pacheco Lombardi De Carvalho

Toxicidade De Inseticidas Neonicotinóides Sobre O Psilídeo Diaphorina Citri Kuwayama (Hemiptera: Psyllidae) E O Parasitóide Tamarixia Radiata (Waterson) (Hymenoptera: Eulophidae) – Stella Pacheco Lombardi De Carvalho
Acessar

Resumo:

Os inseticidas neonicotinóides são atualmente o principal grupo químico utilizado para o controle de insetos sugadores; constituindo-se uma boa opção para o controle de Diaphorina citri Kuwayama. Outra opção de controle do psilídeo tem sido a exploração do parasitóide Tamarixia radiata (Waterson). A compatibilidade dessas duas estratégias de controle poderia auxiliar na implementação de programas de manejo integrado de pragas na cultura do citros. No entanto; faltam estudos sobre a caracterização da suscetibilidade de D. citri para os inseticidas neonicotinóides e o impacto desses inseticidas sobre T. radiata. Sendo assim; os objetivos do trabalho foram o de caracterizar a suscetibilidade de D. citri a inseticidas neonicotinóides; realizar o monitoramento da suscetibilidade a esses inseticidas em populações de D. citri coletadas em pomares de diferentes regiões do Estado de São Paulo e avaliar os efeitos letais e subletais desses inseticidas sobre o parasitóide T. radiata. Os inseticidas avaliados foram: thiamethoxam; thiacloprid e imidacloprid. O método de bioensaio adotado foi o de contato residual para a caracterização da suscetibilidade de D.citri a esses inseticidas. O monitoramento da suscetibilidade a esses inseticidas em diferentes populações de D. citri foi realizado com concentrações diagnósticas baseadas na concentração letal 95 (CL95) de cada inseticida. Para avaliar os efeitos letais e subletais desses inseticidas sobre T. radiata foram realizados bioensaios de contato direto em adultos e pupas; toxicidade residual em adultos; e persistência da atividade biológica desses inseticidas sobre a superfície de folhas de citros. Entre os neonicotinóides testados; a maior toxicidade a D. citri foi observado com thiametoxam; seguidos por imidacloprid e thiaclopid. Os resultados do monitoramento apresentaram diferenças significativas na suscetibilidade das populações de D. citri aos inseticidas neonicotinóides. Para thiamethoxam; a sobrevivência estimada para as populações de D. citri testadas na concentração diagnóstica variou entre 5;5 e 16%; para thiacloprid variou entre 4;5 e 22;5 % e para imidacloprid entre 4 e 14%. Uma alta toxicidade desses inseticidas foi observada para adultos e pupas de T. radiata. No entanto; os efeitos subletais desses inseticidas a 10% da concentração recomendada sobre o estágio de pupa causou redução significativa no parasitismo somente com thiamethoxam. A emergência; longevidade e razão sexual de T. radiata não foram afetadas pelos inseticidas avaliados. A toxicidade residual de thiametoxam; thiacloprid e imidaclopid em folhas de mudas de citros foi relativamente elevada para adultos de T. radiata e com persistência de pelo menos 14 dias.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: USP/ESALQ/ENTOMOLOGIA
  • Área de Conhecimento: AGRONOMIA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 432.82 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: