Totalidade Existencial E Mundo Como Totalidade: O Conceito De Totalidade Na Ontologia Fundamental De Martin Heidegger – Juliana Mezzomo Flores

Totalidade Existencial E Mundo Como Totalidade: O Conceito De Totalidade Na Ontologia Fundamental De Martin Heidegger – Juliana Mezzomo Flores
Acessar

Resumo:

O presente trabalho possui como objetivo central investigar a abordagem de Martin Heidegger ao conceito de totalidade. Para tanto; circunscreveremos nossa interpretação ao período de 1927 a 1930; concentrando-nos nas obras Ser e Tempo; Que é metafísica? e Os conceitos fundamentais da metafísica: mundo; finitude; solidão. Partiremos da reconstrução do uso do conceito de totalidade em Ser e Tempo; buscando evidenciar a presença da teoria sobre todos e partes apresentada na 3ª Investigação Lógica de E. Husserl. Argumentaremos que a influência da mereologia husserliana se dá em dois grandes âmbitos do questionamento ontológico heideggeriano: a) na estruturação da analítica do ser-aí e b) na formulação do problema acerca da totalidade possível para o ente humano concebido como existência. Posteriormente o conceito será examinado nos escritos Os conceitos fundamentais da metafísica: mundo; finitude e solidão e em Que é metafísica? ; tendo como foco a elucidação da noção de “ente na totalidade”. Por fim; abordaremos o conceito de totalidade em Ser e Tempo e nos Conceitos Fundamentais sob um ponto de vista específico: os problemas vinculados ao conceito de mundo nas obras de 1927 e 1929.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFSM/FILOSOFIA
  • Área de Conhecimento: FILOSOFIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 532.08 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: