Tornar-Se Professora, Xokleng/Laklãnõ: Escolarização, Ensino Superior E Identidade Étnica – Cátia Weber

Tornar-Se Professora, Xokleng/Laklãnõ: Escolarização, Ensino Superior E Identidade Étnica – Cátia Weber
Acessar

Resumo:

Tendo como base os referenciais teóricos da Antropologia e Educação, esta dissertação objetiva compreender como se constitui a identidade étnica para as professoras Xokleng/Laklãnõ, no contexto de escolarização e Ensino Superior na Uniasselvi, através do qual promoveram a sua formação profissional para exercer a docência nas escolas da Terra Indígena Ibirama. Para tanto, foi necessário investigar quais os sentidos empregados por estas mulheres a determinados elementos culturais significativos extraídos de seus relatos e que são compartilhados por seu povo no processo de designação étnica, sendo: a memória histórica de espoliação do território tradicional, o aldeamento, as experiências de autoria, autonomia da gestão das escolas indígenas, faccionalismo, sistema de nominação, autodenominação, essenciais para entender o ser índia através do olhar não-indígena, as relações de gênero que delimitam o ser índia Xokleng/Laklãnõ e, por fim, o processo de tornar-se professora indígena através da escolarização e formação profissional nos cursos de capacitação de professores indígenas, do magistério diferenciado (ambos oferecidos pelo NEI/SED/SC) e no Ensino Superior da Uniasselvi. Estas mulheres são membros do povo Xokleng/Laklãnõ e residem na Terra Indígena Ibirama, localizada entre os municípios de José Boiteux, Victor Meirelles, Doutor Pedrinho e Itaiópolis.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFSC/EDUCAÇÃO
  • Área de Conhecimento: EDUCAÇÃO
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 1.15 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: