Tornar-Se Pai E Mãe No Contexto Da Reprodução Assistida – Lia Mara Netto Dornelles

Tornar-Se Pai E Mãe No Contexto Da Reprodução Assistida – Lia Mara Netto Dornelles
Acessar

Resumo:

O tornar-se pai e mãe e constituir uma família são fenômenos importantes para o estabelecimento de uma identidade social adulta; contribuindo para a realização pessoal do indivíduo. Quando esse projeto parental não pode ser realizado em decorrência de infertilidade no casal; é possível recorrer às técnicas de reprodução assistida; como uma tentativa de concretização desse projeto. Entretanto; o desgaste físico e emocional decorrente desses procedimentos pode conferir à gestação e à parentalidade um caráter específico; com repercussões ainda pouco conhecidas. Por meio deste estudo longitudinal; com três casais que engravidaram por técnicas de reprodução assistida; buscou-se conhecer o processo de tornar-se pai e mãe no contexto da reprodução assistida; com medidas coletadas no terceiro trimestre de gestação e aos três meses do bebê. Os resultados apontaram que a vivência da gestação nesse contexto caracteriza-se pelo constante medo de perder o bebê; mesmo no último trimestre gestacional; sendo que as gestantes deste estudo apresentaram sentimentos de incapacidade de levar a gestação a termo. A prematuridade tornou real a possibilidade de perda do bebê; tornando a vivência dessa etapa um desafio. Superado esse período; o medo da perda do bebê diminuiu; dando espaço para o estabelecimento da crença de que esses casais são capazes de garantir a sobrevivência de seus bebês.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFRGS/PSICOLOGIA
  • Área de Conhecimento: PSICOLOGIA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 642.57 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: