Torcidas Organizadas De Futebol: Um Estudo Sobre Os Impasses Da Lei Em Tempos De Violência E Anomia – Márcia Batista Dos Santos

Torcidas Organizadas De Futebol: Um Estudo Sobre Os Impasses Da Lei Em Tempos De Violência E Anomia – Márcia Batista Dos Santos
Acessar

Resumo:

A dissertação trata do tema violência, no contexto das torcidas organizadas de futebol, frente aos impasses da lei, em tempos de anomia. Tem como objetivo geral investigar a manifestação da violência nas torcidas organizadas de futebol e a relação que estabelecem entre o discurso vigente e a lei. Os objetivos específicos são: a) analisar a relação que as torcidas organizadas estabelecem com a lei, b) investigar o processo de mudança do laço social entre os torcedores que passam da ordem à violência, c) identificar as causas que tornam a torcida organizada um espaço escolhido para cometer atos violentos contra o próximo. O estudo é conduzido à luz da Psicanálise com ênfase na leitura de Freud, de Lacan e de outros teóricos contemporâneos, em diálogo com autores da Filosofia e da Sociologia. É uma pesquisa que utiliza a entrevista semi-estruturada como técnica de campo, norteada por tópicos-guia. O trabalho de campo foi realizado com seis torcedores ligados às duas maiores torcidas organizadas de uma capital brasileira. Trabalhou-se com três categorias teóricas a priori: laço social, lei e violência e a categoria organização emergente do campo. Nos resultados foram apresentados os seguintes temas como representantes do material analisado: a) Laço social (vínculos, sentimentos, pertencimento e identificação), b) Lei (relacionamento e papel das autoridades, ilegalidade, poder paralelo, controle e punição), c) Violência (banalização, territorialização, contexto social e mídia), d) Organização (recursos humanos e materiais, divisão do trabalho e hierarquia, estratégias, lucratividade e mais-valia). Nas considerações finais concluiu-se que a violência, embora negada como objetivo dentro das torcidas, aparece camuflada, diluída nos movimentos internos. A relação que as torcidas organizadas parecem estabelecer com a lei sugere uma forma anômica a qual tem tomado aspectos diversos, desempenhando um constante estado de suspensão com a justificativa de atender a necessidades particulares dos sujeitos sociais. E, por fim, uma subversão do laço se estabelece num contexto em que as escolhas subjetivas apresentam-se empobrecidas e os imperativos de gozo sobressaem-se. Consequentemente, a passagem ao ato se faz presente chegando a ser considerada como uma espécie de troféu.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNIFOR/PSICOLOGIA
  • Área de Conhecimento: PSICOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 891.52 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: