Toponímia Paranaense Do Período Histórico De 1648 A 1853 – Márcia Zamariano

Toponímia Paranaense Do Período Histórico De 1648 A 1853 – Márcia Zamariano
Acessar

Resumo:

Esta pesquisa priorizou a catalogação; a classificação taxionômica; a descrição e a análise dos nomes dos acidentes físico-geográficos dos municípios paranaenses fundados entre 1648 e 1853. A história do Paraná e do povo paranaense pode ser contada em três áreas histórico-culturais ligadas ao seu processo de ocupação e povoamento com conjunturas diversas e motivações distintas: a) a do Paraná Tradicional; b) a do Paraná Moderno; c) a do Sudoeste e Oeste. Pretendeu-se discutir a inter-relação homem-ambiente-língua-cultura; uma vez que o signo toponímico é um signo lingüístico enriquecido; que o denominador manipula o que já existe- um signo lingüístico- para nomear um lugar. A fundamentação para este trabalho repousa na tese de que o signo toponímico é motivado e que essa motivação é originada de fatores extralingüísticos. Para tanto; foram propostos os seguintes objetivos: recolher; nos mapas atuais; os topônimos dos municípios paranaenses que tiveram a sua fundação durante o período de 1648 e 1853; resgatar a língua de origem dos topônimos; a fim de verificar o(s) estrato(s) lingüístico(s) predominante(s) na toponímia; acompanhada da evolução histórica; proceder à classificação taxionômica dos topônimos; conforme modelo taxionômico adotado; estabelecer a relação língua/cultura e sociedade; valorizando os fatores extralingüísticos. Orientaram os estudos; basicamente; duas hipóteses de trabalho: a toponímia dos municípios paranaenses fundados no período de 1648 a 1853 incorpora totalmente particularidades socioculturais; históricas e geográficas da região a que pertencem; é no litoral que se sobressai a designação dos acidentes geográficos originados do estrato tupi.Os dados para a realização deste trabalho foram obtidos por meio de consulta a cartas do Ministério da Guerra e da Fundação IBGE; em escalas 1:100.000 e 1:50.000. Para a análise de dados foram utilizados os princípios teórico-metodológicos constantes de Dick (1990b). A pesquisa revelou que predominam topônimos de origem portuguesa; de estrutura morfológica simples e das diversas categorias de natureza física; além da presença significativa de categorias antropo-culturais.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UEL/ESTUDOS DA LINGUAGEM
  • Área de Conhecimento: LINGÜÍSTICA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2006
  • Tamanho: 3.99 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: