Topografia Da Coerência Espectral Dos Potencias Eletroencefalográficos Relacionados A Eventos Musculares – Nelson Carlos Medeiros Vasconcellos

Topografia Da Coerência Espectral Dos Potencias Eletroencefalográficos Relacionados A Eventos Musculares – Nelson Carlos Medeiros Vasconcellos
Acessar

Resumo:

Mioclonia é a palavra usada para definir uma contração muscular brusca; involuntária e de brevíssima duração. Ela pode ser restrita a um grupo de fibras musculares; envolvendo todo o músculo ou ainda afetar a um grupo de músculos. A mioclonia pode ser sintoma de uma gama de condições nosológicas distintas; sendo muito provável que as causas mais comuns não sejam de natureza epiléptica. Todavia; em indivíduos que apresentam um quadro de epilepsia relacionada ao sono; as descargas neurais originadas no córtex motor durante as fases do sono; podem estar ligadas à generalização das crises convulsivas. Contudo; a localização da origem da zona epileptogênica; a classificação da crise e a conseqüente estratégia terapêutica; são tarefas complexas e imprecisas. É com base nestas descargas neurais que os médicos tentam descobrir onde é o foco epilético; se há existência de alguma lesão funcional ou estrutural e qual a ligação destas com o foco da doença. Medidas de coerência entre o córtex e os músculos; através da eletroencefalografia (EEG) e da eletromiografia (EMG) são úteis e auxiliam no entendimento do controle cortical do movimento. Esta dissertação apresenta uma metodologia que tem o objetivo principal de responder se os eventos musculares observados são originados no córtex cerebral. Nos casos afirmativos; busca-se identificar as descargas corticomusculares causadoras de tais eventos. O objetivo final é estabelecer um mapeamento topográfico que permita visualizar as fontes corticais dessas descargas. A representação gráfica desse mapeamento utiliza um modelo de cabeça bidimensional onde os eventos musculares são correlacionados a um mapa do córtex cerebral referente às regiões motoras envolvidas. A presente pesquisa foi dividida em 3 grupos de estudos. O primeiro grupo apresentou um conjunto de 12 sinais computacionais de EEG e EMG simulados em 440 condições diferentes; sem participação de seres humanos. No segundo grupo as gravações de EEG foram feitas sobre córtex motor de um indivíduo adulto saudável; que apresentava repetidos períodos extensão e flexão do pulso e dedos. O grupo 3 consistiu de um paciente; macho com idade de 8 meses apresentando crises mioclônica ou espasmos; foi baseado em registros de vídeoEEG. A atividade elétrica foi registrada bipolarmente através de pares de elétrodos corticais em conjunto com o EMG dos músculos dos membros superiores e inferiores. Os sinais foram analisados no domínio de freqüência para a fim de revelar significantes padrões de coerência. Os níveis de 0.3 até 0.6 eram corresponderam a faixa de freqüência de até 50 Hz. As simulações envolvendo atraso temporal e índice de coerência demonstraram que o algoritmo apresentado pode detectar coerências entre o EEG e EMG destes músculos; com deslocamento temporal de até 0.4 segundos. Os resultados demonstram uma clara evidência de um comando cortical sincronizando descargas musculares em uma larga faixa de frequências. A análise de Fourier parece ser uma boa técnica no diagnóstico e investigação de pacientes com mioclonia cortical. Como a coerência córtico-muscular é uma medida que pode ser obtida a partir de exame não invasivo; e que permite investigar faixas de freqüência da função córtico-motora-neural específicas; então este método poderá ser útil nas aplicações clínicas que envolverem pesquisa relacionadas a tremores e mioclonia.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFF/COMPUTAÇÃO
  • Área de Conhecimento: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2007
  • Tamanho: 8.88 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: