Tolerância De Híbridos De Milho (Zea Mays L.) Ao Herbicida Nicosulfuron E Isoxaflutole – Sidnei Douglas Cavalieri

Tolerância De Híbridos De Milho (Zea Mays L.) Ao Herbicida Nicosulfuron E Isoxaflutole – Sidnei Douglas Cavalieri
Acessar

Resumo:

A seletividade de herbicidas é a base para o sucesso do controle químico de plantas daninhas na produção agrícola; sendo considerada uma medida da resposta diferencial de diversas espécies de plantas a um determinado herbicida. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a tolerância de híbridos de milho aos herbicidas nicosulfuron e isoxaflutole e relacionar estudos de seletividade desses herbicidas conduzidos em casa-de-vegetação com estudos desenvolvidos em campo. Para cada um dos herbicidas; foi realizado um estudo envolvendo duas etapas; sendo a primeira conduzida em casa-de-vegetação e a segunda em campo. Em casa-de-vegetação; os experimentos foram conduzidos no delineamento de blocos ao acaso; em arranjo fatorial de 33×3 para o nicosulfuron e 23×3 para o isoxaflutole com quatro repetições; sendo que o primeiro fator foi constituído pelos híbridos de milho e o segundo pelas doses dos herbicidas. Após a aplicação dos herbicidas; foram avaliados os sintomas de fitointoxicação; a altura e a massa seca de parte aérea das plantas. Em campo; o experimento foi conduzido no delineamento de blocos ao acaso; em arranjo fatorial (5×3) com seis repetições para ambos os herbicidas; em que os fatores eram constituídos por cinco híbridos de milho; selecionados a partir dos resultados de acúmulo de massa seca de parte aérea em casa-de-vegetação; e três doses herbicidas. Após a aplicação dos herbicidas; foram avaliados o estande; o desenvolvimento e produtividade dos híbridos. Por meio dos resultados obtidos em casa-de-vegetação; foi possível agrupar os híbridos em diferentes níveis de tolerância para cada herbicida e constatar as procedências e os tipos de híbridos mais sensíveis aos herbicidas. Com relação à produtividade; verificou-se que o híbrido B 761 apresentou xiii redução significativa (17;4%) quando submetido à dose de 60 g ha-1 do nicosulfuron. Nenhuma interação significativa entre híbridos e doses de isoxaflutole foi verificada para produtividade; porém; na média de todos os híbridos avaliados; houve efeito negativo da dose de 120 g ha-1. Constatou-se que resultados obtidos em casa-de-vegetação não corroboram resultados de experimentos conduzidos em campo; onde a principal variável-resposta avaliada é a produtividade de grãos.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UEM/AGRONOMIA
  • Área de Conhecimento: AGRONOMIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2007
  • Tamanho: 532.22 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: