Tolerância A Falhas Para Aplicações Autônomas Em Grades Computacionais – Jacques Alves Da Silva

Tolerância A Falhas Para Aplicações Autônomas Em Grades Computacionais – Jacques Alves Da Silva
Acessar

Resumo:

Desenvolver aplicações capazes de executar eficientemente em ambientes de Grades Computacionais é extremamente difícil para usuários inexperientes. Os recursos distribuídos são tipicamente heterogêneos, compartilhados e são oferecidos sem qualquer garantia de desempenho ou disponibilidade. Sistemas capazes de adaptar a execução de uma aplicação para as características dinâmicas do ambiente grade são essenciais. O Sistema de Gerenciamento de Aplicações (SGA) EasyGrid transforma as aplicações MPI baseadas em clusters (desenvolvidas para ambientes homogêneos e estáveis) em aplicações autônomas capazes de executar de forma eficiente e robusta no ambiente grade. O SGA EasyGrid transforma as aplicações paralelas tradicionais em aplicações system-aware, onde a própria aplicação se torna responsável pela sua gerência e busca se auto-adaptar às mudanças dinâmicas ocorridas no ambiente. Através do SGA EasyGrid, esta tese propõe uma estratégia para dotar as aplicações MPI autônomas com a propriedade de auto-recuperação (self-healing) e, assim, serem capazes de resistir a múltiplas falhas simultâneas de colapso (crash) de processos e/ou processadores. Este trabalho apresenta um modelo de tolerância a falhas, seus mecanismos, a integração destes mecanismos com as outras funcionalidades do SGA EasyGrid, e uma avaliação da eficácia da proposta. O custo de intrusão extremamente baixo da solução proposta agora pode facilitar a aceitação de técnicas de tolerância a falhas em aplicações de alto desempenho de larga escala.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFF/COMPUTAÇÃO
  • Área de Conhecimento: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 1.50 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: