Tipos Ideais Em Raízes Do Brasil – Álvaro Antonio Prazeres Da Costa

Tipos Ideais Em Raízes Do Brasil – Álvaro Antonio Prazeres Da Costa
Acessar

Resumo:

Esta dissertação faz uma análise dos tipos ideais de Sérgio Buarque de Holanda na obra Raízes do Brasil. A partir da teoria sociológica alemã e, sobretudo, tomando como referencial a sociologia compreensiva de Max Weber estabelece-se uma discussão quanto as principais linhas de formação do conceito de tipo ideal, ressaltando sua importância como instrumento de compreensão, interpretação e explicação sociológica. Após oferecer uma visão geral da obra de Sérgio Buarque de Holanda e sobre o significado e o impacto da obra Raízes do Brasil a dissertação preocupa-se em recompor o quadro da formação do tipo ideal como centro da doutrina epistemológica de Weber e como um instrumento metodológico de síntese. Em seguida são selecionados e estudados tipos ideais de Sérgio Buarque de Holanda como: o trabalhador e o aventureiro, o semeador e o ladrilhador, Antígona e Creonte, O homem cordial e o Estado. O término da dissertação ocorre numa comparação entre o método compreensivo weberiano e o modelo sociológico buarqueano. Esta comparação especifica certos aspectos de semelhança e também aspectos de diferença entre Weber e Sérgio Buarque em busca de uma complementação entre esses dois pontos de vista sociológicos. No final há uma crítica a certas linhas gerais do pensamento de cada um dos autores e o estímulo ao estudo comparativo e empírico desses tipos ideais.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFPE/SOCIOLOGIA
  • Área de Conhecimento: SOCIOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2007
  • Tamanho: 772.86 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: