Tipo De Minijardim Clonal E Efeito Do Ácido Indolbutírico Na Miniestaquia De Grevillea Robusta A. Cunn. (Proteaceae) – Levi De Souza Junior

Tipo De Minijardim Clonal E Efeito Do Ácido Indolbutírico Na Miniestaquia De Grevillea Robusta A. Cunn. (Proteaceae) – Levi De Souza Junior
Acessar

Resumo:

O presente estudo foi conduzido no Laboratório de Propagação de Plantas da Embrapa Florestas; em Colombo; PR; com o propósito de avaliar dois sistemas de minijardins clonais: a) em tubete cônico de 110 cm3; e b) canaletão em areia; quanto à sobrevivência e produtividade das minicepas de Grevillea robusta e a técnica de miniestaquia como método de propagação vegetativa a partir de material juvenil tratado com ácido indolbutírico (AIB) (0; 1000; 2000; 4000 mg L-1) no enraizamento das miniestacas em duas coletas sucessivas. A sobrevivência das minicepas após 15 coletas foi de 100 e 99;2% com intervalo médio entre coletas de 25 e 20 dias nos sistemas de tubete e canaletão; respectivamente. A produção média de miniestacas por minicepa foi 1;7 e 3;0 e a produção total de miniestacas foi de 3104 e 5458 nos sistemas de tubete e canaletão; respectivamente. A produção por metro quadrado foi de 4.029 miniestacas no sistema em tubete e 3.890 no canaletão. Os melhores resultados de enraizamento das miniestacas foram obtidos sem aplicação exógena de AIB; com média de 77;3%. Para o número de raízes; o tratamento com 2000 mg L-1 de AIB se mostrou mais eficiente em relação aos outros tratamentos. Em relação ao comprimento da maior raiz; tanto as miniestacas da coleta 1 quanto da coleta 2 apresentaram melhores resultados sem aplicação exógena de AIB. Para a variável comprimento das raízes; os melhores resultados foram obtidos com a concentração de 2000 mg L-1 de AIB. De modo geral; os dois sistemas de minijardins se mostraram viáveis durante as 15 coletas sucessivas na sobrevivência das minicepas e produção de miniestacas; sendo os resultados obtidos no canaletão mais promissores quanto à produtividade. A miniestaquia a partir de propágulos juvenis como método de propagação vegetativa apresentou resultados satisfatórios para todas as variáveis analisadas; sem a necessidade da aplicação de AIB. A miniestaquia pode ser uma alternativa para produção de mudas de Grevillea robusta durante o ano inteiro; além de ser uma importante ferramenta para adaptação dos protocolos de propagação vegetativa em materiais adultos selecionados.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFPR/BOTÂNICA
  • Área de Conhecimento: BOTÂNICA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2007
  • Tamanho: 5.92 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: