Tipagem Molecular E Evolução Do Gênero Paracoccidioides – Marcus De Melo Teixeira

Tipagem Molecular E Evolução Do Gênero Paracoccidioides – Marcus De Melo Teixeira
Acessar

Resumo:

A PCM é uma micose sistêmica que ocorre em vários países da América Latina, principalmente Brasil, Venezuela e Colômbia e, afeta principalmente indivíduos da população rural. Estudos de variabilidade genética de isolados do Paracoccidioides brasiliensis, utilizando diferentes tipos de marcadores moleculares, já mostraram uma alta variabilidade genética deste patógeno. O isolado Pb01, em especial, diverge das 3 espécies filogenéticas identificadas previamente (S1, PS2, PS3) e sua classificação taxonômica dentro do gênero Paracoccidioides ainda permanece não definida. Neste trabalho, foram identificados mais 16 isolados que apresentaram um genótipo semelhante ao Pb01, por análise de um marcador molecular presente no íntron1 do gene hsp70, os quais foram denominados “Pb01-like”. Utilizando a metodologia do reconhecimento de espécies filogenéticas pela concordância genealógica (GCPSR), este trabalho teve como objetivo investigar a existência de um grupo sistematicamente significante que abrigasse estes isolados do tipo “Pb01-like”, em uma amostragem total de 88 isolados. Para análise filogenética foram utilizados os métodos de máxima parcimônia e análise de Bayes de 13 loci polimórficos, tanto individuais ou concatenados, o que permitiu agrupar estes isolados “Pb01-like” em um grupo filogenético separado das 3 espécies filogenéticas S1, PS2 e PS3. Foi detectado um alto número de polimorfismos fixados entre os dois grupos geneticamente isolados, o que sugere um bloqueio do fluxo gênico entre eles. O evento de especiação do grupo filogenético “Pb01-like” é simpátrico uma vez que compartilha algumas regiões geográficas das outras 3 espécies filogenéticas. Os dois grupos, “Pb01-like” e S1,PS2,PS3, são altamente divergentes e o tempo médio estimado de isolamento genético entre eles foi de 19 milhões de anos atrás. A análise de recombinação possibilitou detectar que o evento de recombinação ocorre dentro das duas populações de forma separada, o que é compatível com o isolamento reprodutivo. De acordo com o critério do método de reconhecimento de espécies filogenéticas pela concordância genealógica (GCPSR) o grupo “Pb01-like” pode ser considerado uma nova espécie filogenética, diferente das três espécies filogenéticas previamente mencionadas (Matute et al., 2006), uma vez que o clado correspondente aos isolados “Pb01-like” aparece fortemente sustentado nas genealogias geradas a partir dos dados de polimorfismo de 13 loci analisados, tanto simples como concatenados, com valores de probabilidade posterior (1.0) e “bootstrap” (100%) altamente significantes. Análise sobre características morfológicas, possibilidade de cruzamento genético, características fenotípicas e da doença (PCM), utilizando isolados representativos dos 2 grupos, se encontram em andamento. Se forem confirmadas as características exclusivas e específicas para cada grupo aqui identificado, em conjunto com os dados de filogenia molecular, isto sustentaria fortemente a descrição formal de uma nova espécie para o gênero Paracoccidioides. e devido a grande relevância deste patógeno na área médica na América Latina seria importante nomear o clado “Pb01-like”. Uma nova nomenclatura pode facilitar a comunicação entre médicos patologistas e pesquisadores da área. Para a espécie filogenética correspondente aos isolados “Pb01-like” sugere-se a descrição formal de uma nova espécie: Paracoccidioides lutzii, em tributo ao médico micologista Adolpho Lutz, que foi o pioneiro a descrever o fungo patogênico humano P. brasiliensis há exatamente 100 anos atrás (1908).

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNB/PATOLOGIA MOLECULAR
  • Área de Conhecimento: MEDICINA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 3.47 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: