Testes Estatísticos Na Validação De Métodos E Ensaios De Proficiência Interlaboratoriais Em Sementes De Nabo Forrageiro – Verônica Yumi Kataoka

Testes Estatísticos Na Validação De Métodos E Ensaios De Proficiência Interlaboratoriais Em Sementes De Nabo Forrageiro – Verônica Yumi Kataoka
Acessar

Resumo:

Dentre as várias demandas de pesquisas na área de sementes, no que diz respeito à proposição e à investigação de técnicas estatísticas apropriadas para a avaliação de diversos processos nesta área, estão sendo consideradas neste trabalho duas delas. A primeira demanda refere-se ao processo de validação de métodos para teste de qualidade de sementes, em que uma avaliação estatística criteriosa dos resultados é essencial, uma vez que, após a validação, o método é incorporado na Regra para Análise de Sementes (RAS), passando a ser utilizado como base de comercialização e certificação de sementes. A segunda demanda está associada aos programas de ensaios de proficiência, já que as sucessivas checagens interlaboratoriais, além da implantação de sistemas de qualidade, fazem parte das exigências para o credenciamento de laboratórios de sementes junto a órgãos como a International Seed Testing Association (ISTA) e o Ministério de Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA). Neste contexto, os problemas de pesquisa abordados neste trabalho foram: avaliar técnicas estatísticas complementares a um padrão de análise já determinado pela ISTA, num processo de validação de métodos para o teste de germinação em sementes de nabo forrageiro e investigar a adequação de três técnicas estatísticas, além do método do Z-score, para avaliar os resultados de um ensaio de proficiência, utilizando dados simulados, similares às condições reais. Foram desenvolvidas também rotinas específicas no software R, de código aberto e gratuito, que serviram para a otimização das análises. Como conclusão geral, verificou-se que as técnicas estatísticas propostas como complementares ao padrão da ISTA podem ser utilizadas em um programa de validação de métodos para sementes, uma vez que os resultados possibilitaram a verificação da eficiência desses procedimentos nas diversas etapas do processo. Foi possível comprovar que os métodos propostos para o teste de germinação em sementes de Raphanus sativus var. Oleiferus, com utilização de temperatura alternada 20º-30ºC, em substrato papel ou areia, apresentam exatidão, robustez e precisão (repetibilidade e reprodutibilidade), podendo ser, assim, considerados validados. As técnicas de análise generalizada de Procrustes, método campos e análise de agrupamento, quando utilizadas conjuntamente com o método do Z-score, são promissoras para a avaliação dos resultados de ensaios de proficiência na área de sementes.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFLA/ESTATÍSTICA E EXPERIMENTAÇÃO AGROPECUÁRIA
  • Área de Conhecimento: AGRONOMIA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 4.26 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: