Testemunhas Dos Primeiros Passos: Identidade Cristã Latino-Americana E O Paradigma Pluralista Em José Maria Vigil – Arnon De Miranda Gomes

Testemunhas Dos Primeiros Passos: Identidade Cristã Latino-Americana E O Paradigma Pluralista Em José Maria Vigil – Arnon De Miranda Gomes
Acessar

Resumo:

O objetivo dessa dissertação é mostrar a atualidade acerca do tema do pluralismo e a abertura teológica proporcionado pelo Concílio Vaticano II, bem como a possibilidade concreta de se pensar uma teologia própria do continente latino-americano, intitulada Teologia da Libertação em articulação com a Teologia do Pluralismo Religioso. A identidade e a singularidade do cristianismo podem ser analisadas de duas maneiras: por um lado, o magistério oficial reforçando seu caráter identitário em três documentos a respeito do diálogo, numa visão inclusivista. Por outro lado, essa identidade pede uma ressignificação no contexto do paradigma pluralista. Será aqui apresentada a teologia de José Maria Vigil. Sua teologia não tem aspecto linear; ela sofre interferências de paradigmas ao longo da trajetória do autor. Inicialmente, o teólogo se encontrava numa perspectiva do paradigma inclusivista, no interior da Teologia da Libertação. Ao final da década de 1990, Vigil sinaliza uma crise da TdL. No início do ano 2000, verifica-se, no autor, uma abertura à Teologia do Pluralismo Religioso, agora sobre uma ótica do paradigma pluralista. É relevante afirmar que Vigil não faz uma ruptura com a Teologia da Libertação, mas consegue fazer uma articulação com a Teologia do Pluralismo Religioso. Seu novo peregrinar teológico mostra-se recente na história, por isso, é ainda uma teologia em construção e o autor tem plena consciência dos desafios que a TdPR comporta na atualidade. Um desses desafios encontra-se na resistência e hostilidade que o magistério oficial Católico tem a respeito do pluralismo religioso. Especialmente, a Comissão Episcopal Espanhola, que assinalou no ano de 2008 um livro de José Maria Vigil, contendo graves erros teológicos. Por isso, o conflito entre a identidade cristã e o paradigma pluralista muitas vezes mostra-se inevitável. Nessa teologia pluralista de José Maria Vigil, algumas expressões ganham relevância, e pedem uma releitura: revelação, cristologia, eclesiologia e reinocentrismo, espiritualidade, missão e diálogo inter-religioso. O autor assume que ainda não tem todas as respostas a respeito desse novo paradigma e que são muito poucos os que já se manifestaram produzindo reflexões teológicas numa chave pluralista. Por isso justifica-se o título dessa dissertação: Testemunha dos primeiros passos: identidade cristã latino-americana e o paradigma pluralista em José Maria Vigil.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: PUC/MG/CIÊNCIAS DA RELIGIÃO
  • Área de Conhecimento: TEOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 951.71 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: