Teste De Micronúcleo In Vitro: Validação Do Método Através Da Ativação Metabólica – Adriano Arnóbio José Da Silva E Silva

Teste De Micronúcleo In Vitro: Validação Do Método Através Da Ativação Metabólica – Adriano Arnóbio José Da Silva E Silva
Acessar

Resumo:

INTRODUÇÃO: Há no cenário científico uma tendência mundial para a reavaliação da necessidade da utilização de animais; apontando para a adoção de modelos alternativos in vitro e ex vivo. O Teste do Micronúcleo in vitro em linfócitos humanos é um sistema de avaliação de mutagenicidade usado para descoberta de substâncias químicas que possam induzir a formação de fragmentos de DNA e avaliação risco de populações expostas a xenobióticos. OBJETIVOS: Padronizar a técnica do teste in vitro do micronúcleo em linfócitos humanos modificada com a introdução de uma fração de ativação metabólica S9. Identificar o efeito citotóxico e genotóxico dos extratos de: Solanum lycocarpum (St. Hill); de Nectandra membranacea (Sw) Griseb e das substâncias: dimetilnitrosamina e ciclofosfamida sobre a cultura de linfócitos humanos através do teste in vitro de micronúcleos modificado. MÉTODOS: Foram realizadas cultura de linfócitos humanos a partir de sangue total para obtenção das células. Foram utilizados 20 µl da fração humana S9 por grupo de tratamento na cultura de linfócitos para avaliação da ativação metabólica. Para confirmação do fragmento de DNA foi utilizada a técnica citoquímica de Feulgen. As células foram analisadas em microscópio de luz óptica. RESULTADOS: A fração enzimática humana S9 não apresentou efeito mutagênico de forma isolada (p-valor= 0.0020). Houve atividade mutagênica da Ciclofosfamida na presença da fração S9 humana (p-valor 0.0005) na ausência da fração não houve atividade mutagênica. Houve atividade mutagênica da Dimetilnitrosamina na presença da fração S9 humana (p-valor 0.0005) na ausência da fração não houve atividade mutagênica. O extrato aquoso de Solanum lycocarpum (St. Hill) avaliado em teste de micronúcleo modificado in vitro não possuiu atividade mutagênica significativa estatísticamente com e sem a presença da fração S9 humana. O extrato etanólico de Nectandra membranacea (Sw) Griseb avaliado em teste de micronúcleo modificado in vitro não possuiu atividade mutagênica significativa com ou sem a presença da fração S9 humana. CONCLUSÃO: A inserção da fração S9 humana no método atual de análise de micronúcleos in vitro apresentou ter sua implementação viável. Esta inserção amplia a estrutura analítica para descoberta de novas moléculas com ação no DNA e possíveis elucidações de mecanismos de ação dos fitoterápicos; produtos naturais bem como suas substâncias isoladas.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFF/CIÊNCIAS MÉDICAS
  • Área de Conhecimento: MEDICINA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 747.09 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: