Teste De Causalidade E De Características Comuns Nas Séries De Ações Domésticas E Seus Respectivos Adrs – Vanderlei Sartori

Teste De Causalidade E De Características Comuns Nas Séries De Ações Domésticas E Seus Respectivos Adrs – Vanderlei Sartori
Acessar

Resumo:

Diversas empresas, a fim de aumentar sua base de investidores, começaram a negociar suas ações nos mercados externos, principalmente pelos American Depositary Receipts (ADRs). Muitas delas começaram a ter o volume negociado no mercado externo superior ao mercado interno. Com isso, os investidores começaram a tentar prever o movimento das ações no mercado doméstico, observando o externo, o que os levou a testar se existia uma influência de um mercado sobre o outro na determinação do preço das açõe. Para verificar se isso era verdade, utilizou-se o teste de causalidade de Granger para as ações que não apresentaram cointegração e o teste de causalidade de Granger, acrescido do mecanismo de correção de erros, para as ações que apresentaram cointegração. Estes testes verificaram que não existe influência do volume na determinação do preço das ações. Em relação ao Brasil e ao Chile, o mercado interno é que determina o preço dos ativos, já no caso da Argentina e do México a determinação de qual mercado está influenciando o preço é uma questão individual das empresas. Além do teste de causalidade, realizou-se alguns testes de Características Comuns, que foram a tendência comum e a volatilidade comum. A maioria das empresas apresentou a primeira, sendo que apenas a empresa América Movil apresentou volatilidade comum.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFSC/ECONOMIA
  • Área de Conhecimento: ECONOMIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2005
  • Tamanho: 544.09 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: