Teste Biológico Para O Diagnóstico Da Raiva Bovina: Avaliação De Modelo Animal – Marise Marinelli Bonilha

Teste Biológico Para O Diagnóstico Da Raiva Bovina: Avaliação De Modelo Animal – Marise Marinelli Bonilha
Acessar

Resumo:

A raiva é uma zoonose de evolução fatal e clinicamente indistinguível de outras encefalites; e; por isso; é essencial sua confirmação laboratorial. Apesar de novas técnicas; seu teste conclusivo ainda é a inoculação em camundongo. O objetivo do presente estudo foi estabelecer um modelo animal experimental que permita um teste biológico mais precoce e eficaz da doença. Para tanto foram inoculados 57 camundongos de ambos os sexos — 31 híbridos (BALB/c x C57BL/6)F1 e 26 Swiss — com amostras positivas de cérebros bovinos; e comparados os períodos de ocorrência (dias) da morte dos camundongos. Os resultados demonstraram diferença significativa entre fêmeas F1 (11;50 ± 0;97) e fêmeas Swiss (15;71 ± 2;56). Para análise estatística empregou-se a análise de variância e o teste F de Fisher (α = 0;05). Concluiu-se que as fêmeas de camundongos da linhagem híbrida (BALB/c x C57BL/6)F1 devem ser escolhidas como modelo experimental em substituição a fêmeas da linhagem Swiss para diagnóstico mais precoce no teste biológico quando o material de inoculação for cérebro de bovinos eutanasiados; e que o fato de o material de inoculação provir de bovinos eutanasiados ou que vieram a óbito pela enfermidade deve ser levado em conta na escolha do melhor modelo animal a ser indicado para o teste biológico da raiva.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFMS/CIÊNCIA ANIMAL
  • Área de Conhecimento: ZOOTECNIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2006
  • Tamanho: 295.30 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: