Territorialidade E Apoio Social Em Saúde Dos Idosos Em Comunidades Do Pantanal Mato-Grossense – Giselle Dantas Sena

Territorialidade E Apoio Social Em Saúde Dos Idosos Em Comunidades Do Pantanal Mato-Grossense – Giselle Dantas Sena
Acessar

Resumo:

Trata-se de um estudo sobre as redes de apoio em saúde dos idosos em duas comunidades do Distrito de Joselândia – município de Barão de Melgaço, inserido na pesquisa “Vigilância e Promoção à Saúde de Populações no Entorno da Reserva Particular do Patrimônio Natural do Sesc-Pantanal”, do Programa Ecológico de Longa Duração (PELD – Pantanal – 2002-2012 CNPQ/UFMT). Os objetivos foram compreender o processo de conformação e dinâmica das redes de apoio social para os cuidados em saúde dos idosos das comunidades de São Pedro e Retiro São Bento do Distrito de Joselândia/MT, delimitado pela noção de território, a fim de identificar o contexto socioeconômico das famílias entrevistadas; identificar as estratégias de interação (pessoal, institucional, formal e informal); caracterizar as redes de relações mobilizadas na busca de apoio, empregadas para a manutenção da saúde ou em momentos de doença; e identificar os recursos interativos, materiais e imateriais, mobilizados como apoio social pelos informantes, cotejando-os com os potenciais recursos presentes no respectivo território. Trata-se de um estudo qualitativo, de cunho descritivo e exploratório, no qual foram entrevistados 16 idosos, pertencentes a 11 famílias. O procedimento para a coleta de dados foi a pesquisa de campo, que envolveu a observação das atividades cotidianas, o roteiro de entrevista para a caracterização socioeconômica da família e a entrevista com o idoso. O referencial teórico está pautado na noção de territorialidade, enquanto relação do espaço com a sociedade, à luz do capital social de Bourdieu. Foi descrito o território, tipicamente campesino, e as famílias foram diferenciadas para duas comunidades locais: nas famílias de São Pedro as redes de apoio são mais ampliadas e nas famílias do Retiro de São Bento, são menores e mais coesas, observando-se diferenças no uso do espaço e na relação com este nas duas comunidades. As comunidades se ancoram nos vínculos parentais e nas amizades, na religião (católica ou protestante), na agricultura familiar e criação de animais. Observouse que as redes de apoio para a saúde acontecem no âmbito da família e o cuidado com o idoso ocorre em vários aspectos: na atividade doméstica, na lavoura e nas situações de doença. Em casos de doença há ampliação destas para além da família: comerciantes e amigos. A compreensão dessas redes de apoio para a saúde de idosos possibilita ações de serviços na promoção da saúde.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFMT/SAUDE COLETIVA
  • Área de Conhecimento: SAÚDE COLETIVA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 846.62 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: