Somos Todos Mamíferos? Uma Análise Do Discurso Médico Sobre O Aleitamento Materno – Carolina Medero Rocha

Somos Todos Mamíferos? Uma Análise Do Discurso Médico Sobre O Aleitamento Materno – Carolina Medero Rocha
Acessar

Resumo:

Este trabalho se propõe a realizar uma análise do discurso médico sobre o aleitamento materno, durante a década de oitenta, após a implementação do PNIAM em 1981, a partir de pesquisa, em artigos do Jornal de Pediatria, a fim de compreender como ocorreram as modificações discursivas e institucionais sobre este tema. Atualmente encontramos inúmeras pesquisas sobre aleitamento materno que, provavelmente, são frutos da valorização da amamentação pela sociedade. No entanto, nem sempre esse foi valorizado e incentivado como nos dias atuais. Ao longo da história, o discurso médico refletiu o contexto vigente e serviu de sustento aos interesses políticos, sociais e econômicos. Modificou-se como parte de um processo, de uma construção. A análise do jornal revelou o predomínio da lógica higienista, sustentada por um discurso biologicista que naturalizou e disseminou a idéia de superioridade do leite materno. Com o objetivo de convencer os profissionais, instituições e a própria mulher, encontramos posições que refletem, sobretudo, as repercussões sociais decorrentes da entrada da mulher no mercado de trabalho.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UERJ/SAÚDE COLETIVA
  • Área de Conhecimento: SAÚDE COLETIVA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2005
  • Tamanho: 621.41 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: