Somos Parceiros? Representações E Relações Sociais Na Pesca Em Unidades De Conservação – Em Foco A Apa Da Costa De Urumajó – Benilde De Nazaré Lameira Rosa

Somos Parceiros? Representações E Relações Sociais Na Pesca Em Unidades De Conservação – Em Foco A Apa Da Costa De Urumajó – Benilde De Nazaré Lameira Rosa
Acessar

Resumo:

Tratamos nesse estudo; das representações; relações com o meio ambiente e organização do trabalho entre pescadores artesanais; cujas atividades produtivas se dão em uma UC – a APA da Costa de Urumajó -; localizada no município de Augusto Corrêa; no litoral do nordeste paraense. O estudo está dirigido para a reconstrução do processo de constituição desta APA; no qual a participação dos pescadores e de seus saberes efetivamente não se deu. Assim; objetiva-se; colocar em relevo a visão; as práticas e o instrumental de trabalho; contidos nas atividades dos pescadores que; desde 1998; passaram a se relacionar com restrições advindas de reordenamento territorial; informado pelo saber científico; com fins à proteção do meio ambiente. Conforme verificado; a partir; principalmente dos referenciais de Bourdieu ((2005a; 2005b) através da noção de habitus que nos permitiu transitar entre o ser e fazer-se pescador; a noção de risco ambiental e social em Beck (2001) e a Sociologia das Ausências de Souza Santos (1995; 2004; 2006); evidenciamos a necessidade do diálogo entre os saberes científico e local com vistas à instituição de políticas públicas ambientais. Uma das principais dificuldades para que o plano de manejo da APA não tenha sido ainda elaborado; mesmo passados 09 anos; o que afeta a sustentabilidade dessa instituição enquanto política sócio-ambiental. Destacamos assim a significância do saber e fazer local para que o paradigma cientifico de conservação se efetive. Nosso estudo sustentou-se em observação direta; entrevistas; análise documental e registros fotográficos. Nessa trajetória; Somos Parceiros?: Representações e relações sociais na pesca em unidades de conservação – em foco A APA da Costa de Urumajó; é um estudo na tentativa de; conforme afirma Souza Santos (2006) revelar “experiências sociais desperdiçadas” ou em parte; invisibilizadas pela razão cientifica moderna.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFPA/CIÊNCIAS SOCIAIS
  • Área de Conhecimento: SOCIOLOGIA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2007
  • Tamanho: 6.55 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: