Sofistas E Filósofos Na Administração Imperial: O Olhar De Eunápio Sobre A Unidade Política Do Império Romano No Século Iv D.C. – José Petrucio De Farias Junior

Sofistas E Filósofos Na Administração Imperial: O Olhar De Eunápio Sobre A Unidade Política Do Império Romano No Século Iv D.C. – José Petrucio De Farias Junior
Acessar

Resumo:

Pretendemos, com essa pesquisa, analisar a obra Vidas dos filósofos e sofistas, redigida pelo historiador e sofista grego Eunápio, em 399, o qual retrata as vidas de neoplatônicos pertencentes à Ásia Menor, em especial, Sardes, cidade na qual nasceu. No interior dessa obra, evidenciaremos a questão administrativa do Império Romano por meio da atuação profissional de filósofos e sofistas neoplatônicos que ocuparam cargos administrativos sob a vigência dos imperadores cristãos. Propornos- emos, dessa forma, discorrer sobre a maneira como Eunápio, por meio dos artifícios retóricos mobilizados pela filosofia neoplatônica, avalia o exercício do poder imperial ocupado pelas elites cristãs e, em contrapartida, constrói, em nível literário, a imagem de filósofos e sofistas neoplatônicos na sociedade romana oriental tardia com a finalidade de evidenciar a representatividade política das elites locais neoplatônicas da Ásia Menor, uma vez que, gradativamente, as famílias abastadas não-cristãs eram preteridas dos ofícios públicos por conta da orientação políticoreligiosa instituída, conforme sugere Eunápio, por Constantino e culmina em Teodósio.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNESP/FR/HISTÓRIA
  • Área de Conhecimento: HISTÓRIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2007
  • Tamanho: 897.26 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: