Sociedade Brasileira De Defesa Da Tradição, Família E Propriedade (Tfp): Um Movimento Ultramontano Na Igreja Católica Do Brasil? – Joao Geraldo Dos Santos Junior

Sociedade Brasileira De Defesa Da Tradição, Família E Propriedade (Tfp): Um Movimento Ultramontano Na Igreja Católica Do Brasil? – Joao Geraldo Dos Santos Junior
Acessar

Resumo:

Este trabalho discute a instituição TFP e retoma a história da Igreja Católica no Brasil e no mundo nos anos que antecederam sua fundação (1960). O objetivo deste é justamente analisar a TFP enquanto um movimento dentro da Igreja Católica durante os anos em que viveu seu fundador; Plínio Corrêa de Oliveira. Embora externamente católica; a TFP muitas vezes demonstrou discrepância entre suas idéias e práticas e a pregação da Igreja. Seria então um movimento ultramontano conservador ou uma seita? Simplesmente afirmar que a TFP foi um reduto ultramontano ou sectário não a caracterizaria corretamente; dado que são características diferentes e; teoricamente; incompatíveis. Porém; podemos dizer que a TFP conciliou o Ultramontanismo; externamente; com um Sectarismo; internamente; fazendo dela um movimento ímpar; com características muito próprias. Este trabalho utilizou em sua análise referências bibliográficas da própria TFP; bem como obras publicadas por ex-membros da instituição; além de livros de autores que de maneira geral já discutiram o tema seita e ultramontanismo em outros contextos. A TFP; considerada assim neste trabalho; foi católica oficialmente; jamais a Igreja se pronunciou ao contrário; teve fortes características sectárias e ao lado do ultramontanismo tradicional; foi um movimento não classificável de maneira generalizada; mas único em suas posturas

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: PUC/SP/CIÊNCIAS DA RELIGIÃO
  • Área de Conhecimento: TEOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 364.02 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: