Sociabilidade E Enobrecimento: O Bairro Treze De Julho Em Aracaju – Josevania Nunes Rabelo

Sociabilidade E Enobrecimento: O Bairro Treze De Julho Em Aracaju – Josevania Nunes Rabelo
Acessar

Resumo:

O trabalho teve por objetivo o mapeamento do Bairro Treze de Julho mediante o estudo dos usos do espaço urbano e a sua configuração física; para entendermos se temos; em Aracaju; um Bairro configurado por uma política de enobrecimento – gentrification de tipo residencial. No passado; o Bairro Treze de Julho foi uma praia balneária popular. Nesse espaço; os aracajuanos vivenciavam experiências de encontro com pescadores; num ritmo de tempo marcado pela natureza. Na romântica Praia residiam pescadores; metalúrgicos e; alternadamente; os veranistas para descansarem da incipiente agitação do Centro urbano. Era; portanto; um lugar de divertimento e sociabilidades comunitárias; e foi rompido com a passagem das camadas privilegiadas do Centro e imediações para a zona sul litorânea. O crescimento urbano com os seus ícones de modernidade; representados por um progresso a “qualquer custo”; não conseguiu sustentar a Praia de banho e; além disso; expulsou a maioria dos antigos moradores. E; hoje; em seu lugar vemos o mangue; servindo de filtro dos dejetos urbanos. Paralelamente; foi construído um Calçadão para esconder a degradação ambiental; e defronte do mesmo temos os luxuosos prédios da Av. Beira Mar. Para conseguirmos compreender as conseqüências dessas transformações para os moradores e a construção dos novos tipos de sociabilidades do Bairro; fizemos observações diretas; delimitando três áreas; as quais se conformam distintamente. A primeira zona é; ainda; constituída pelos reminiscentes dos antigos moradores. A segunda foi configurada pelos moradores dos luxuosos prédios e as elegantes galerias. E; a terceira são os usos proporcionados pelo Calçadão Viana de Assis; que distorce a linearidade daquele espaço urbano projetado para ser um reduto da elite do Bairro. Sendo assim; no Bairro; foi constituído um entrelaçamento de segregação socioespacial mais uma dinâmica de usos diversificados permitidos pelo Calçadão Viana de Assis. Observamos que a imagem de um Bairro delimitado por fronteiras rígidas; pode ser dissolvida na zona fluida de entorno do mangue. Ali; os agentes podem deambular e fornecer um ruído distinto ao nobre Bairro.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: FUFSE/CIÊNCIAS SOCIAIS
  • Área de Conhecimento: SOCIOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 4.49 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: